Cidadeverde.com
Viver Bem

Causas, sintomas e tratamentos para o hipertireoidismo

Imprimir

Foto: Vibra Saúde

Enfermidade que acomete cada vez mais pessoas, o hipertireoidismo é uma hiperatividade da glândula tireoide que leva a uma produção excessiva de hormônios tireoidianos, sendo mais comum em mulheres entre 20 e 40 anos de idade.

A tireoide é uma glândula endócrina importantíssima para o funcionamento harmônico do organismo. Os hormônios liberados por ela, T4 (tiroxina) e T3 (triiodotironina) estimulam o metabolismo. Isto é, o conjunto de reações necessárias para assegurar todos os processos bioquímicos do organismo

Causas

O hipertireoidismo ocorre quando a tireoide produz grandes quantidades desses hormônios em um período curto (agudo) ou longo (crônico) de tempo. Várias doenças e distúrbios podem causar esse problema, incluindo: ingestão excessiva de iodo, doença de Graves (responsável pela maioria dos casos de hipertireoidismo), inflamação da tireoide (tireoidite) devido a infecções virais ou outros motivos, tumores não-cancerígenos da tireoide ou da glândula pituitária, superdosagem de hormônio da tireoide e tumores nos testículos ou ovário

Sintomas

Os principais sintomas do hipertireoidismo são: hiperativação do metabolismo, nervosismo e irritação, insônia, aumento da frequência cardíaca, intolerância ao calor, sudorese abundante, taquicardia, perda de peso resultante da queima de músculos e proteína, tremores, olhos saltados e comprometimento da capacidade de tomar decisões equilibradas.

Tratamento

O tratamento para hipertireoidismo pode ser feito com o uso de medicamentos como Propiltiouracil e Metimazol, através do uso do iodo radioativo ou por meio da remoção da tireoide através de cirurgia. A escolha do tratamento vai depender da idade da pessoa, dos sintomas apresentados e se é possível regular o funcionamento da tireoide somente com remédios ou não.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir