Cidadeverde.com
Geral

Criminosos ateiam fogo em ônibus com passageiros e empresa denuncia atentado

Imprimir

Um ônibus da empresa Transcol, que fazia linha para o bairro Santa Fé, na zona Sul de Teresina, foi incendiado na noite desta quinta-feira (07). O dono da empresa e presidente do Setut, Edimilson Carvalho, diz que o incêndio foi criminoso e premeditado. 

"O que houve foi um atentado previamente arquitetado. Os bandidos chegaram ordenando que todos fossem para o fundo do ônibus, enquanto ateavam fogo na dianteira do carro", disse Edimilson Carvalho à TV Cidade Verde. 

Ele disse ainda que dirigentes da empresa vinham recebendo ameaças e que as denúncias serão encaminhadas aos órgãos competentes. 

Edimilson Carvalho, presidente do Setut (Foto: Letícia Santos/ Cidadeverde.com)

O dono da empresa descartou que se trate de um assalto e ressalta que nenhum dos passageiros, motorista ou cobrador tiveram os pertences roubados.

O gerente da Transcol, Williams Campelo, contou que o crime aconteceu por volta das 22h na linha Santa Fé, no bairro Betinho, zona Sul de Teresina. Segundo o gerente foi um crime arquitetado.

"Dois bandidos, um deles armado entrou no ônibus pediu para o motorista e os passageiros da frente irem para trás, jogaram gasolina e atearam fogo", contou o gerente.

Ele informou que os próprios passageiros ajudaram a apagar o fogo.

"Eles não levaram o dinheiro da empresa e nenhum pertence dos passageiros", disse Williams Campelo.

No momento do incêndio havia cerca de 15 passageiros no ônibus.

A Transcol vai registrar boletim de ocorrência. "Já temos suspeitos devido as ameaças que vêm sofrendo diretores da Transcol. Vamos repassar para a Polícia a nossa suspeita".

 

Graciane Sousa e Yala Sena
[email protected]

Imprimir