Cidadeverde.com
Viver Bem

Cuidados importantes com a alimentação em estádios de futebol

Imprimir

Passear pelos estádios do Brasil é também um convite para conhecer uma gastronomia bem peculiar. Nem todos os alimentos são 100% saudáveis, é verdade, mas a tradição pede o consumo a cada jornada do time do coração. Dependendo da opção escolhida, não tem problema unir a paixão por futebol a um lanchinho bem gostoso durante a partida.

O que se vende dentro dos estádios varia bastante conforme as tradições culturais de cada região. Mas, de modo geral, itens como pipoca, amendoim e sorvete de palito são presença constante. No caso do sorvete, o único cuidado é que ele seja industrializado, de marca conhecida, e não artesanal, devido ao risco de contaminação dos ingredientes ou falta de boas condições sanitárias no local de fabricação.

Salgadinho

Se a pessoa não abre mão de um salgadinho de pacote, compre para dividir com outra pessoa, já que a quantidade de sal presente em todos é grande (incluindo nos biscoitos de polvilho) e vai dar aquela vontade de tomar bastante água.

Outra coisa a se ter em mente quanto ao consumo de salgadinhos é que eles não são nada bons para quem está com a pressão arterial elevada. O mesmo vale para frituras como coxinha, pastel ou croquete, além de sanduíches de calabresa, pernil, hambúrguer ou cachorro-quente.

Cuidado

O preparo e armazenamento de sanduíches e espetinhos dentro dos estádios é igualmente preocupante. Então, o ideal é não consumir estes alimentos fora de casa ou de lugares com infraestrutura de refrigeração apropriada. As barraquinhas da entrada e das redondezas também devem ser evitadas pelo mesmo motivo, por mais que o cheiro seja praticamente irresistível.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir