Cidadeverde.com
Política

Tragédia em Suzano faz Câmara rever veto a projeto de segurança

Imprimir

Foto: Roberta Aline / Cidadeverde.com

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Teresina vetou projeto que institui plano de segurança nas escolas públicas de Teresina. Porém, a tragédia em Suzano, em São Paulo, fez os parlamentares reverem a decisão.

O autor da proposta, vereador Deolindo (PT), conseguiu as 15 assinaturas para levar a proposta ao plenário da Casa. Segundo ele, a medida é importante para evitar tragédias na cidade.

"Não há justificativa para se vetar um projeto desse. Por isso, eu pedi e os vereadores atenderam e conseguimos as 15 assinaturas para que o plano de segurança possa ser colocado para votação. Isso é possível porque a matéria teve o voto favorável do relator na CCJ", disse.

De acordo com a proposta, haverá treinamento de alunos e gestores para situações de evacuação. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar serão parceiros.

Caso o plenário aprove, a proposta seguirá para a sanção do prefeito Firmino. Na CCJ, a proposta foi reprovada devido parecer que afirma que o projeto ultrapassa as atribuições do município.

Lídia Brito
redacao@cidadeverde.com

 

Imprimir