Cidadeverde.com
Geral

Paciente esquizofrênico foge do Aerolino de Abreu e família faz desabafo

Imprimir

Atualizada às 11h

A tia de Romário, Dalva de Sousa, informa que o sobrinho foi encontrado agora há pouco na região da Santa Maria da Codipi, zona Norte. Amigos e a Polícia Militar encontraram o rapaz com muita fome, mas sem ferimentos. 

Romário retornou ao Hospital Areolino de Abreu.

Matéria original

A família do jovem Romário da Costa Sousa, 25 anos, está desesperada. O rapaz, paciente esquizofrênico, fugiu do Hospital Areolino de Abreu na última quarta-feira (20). 

Muito abalada, tia de Romário, a costureira Dalva de Sousa, disse ao Cidadeverde.com que o sobrinho foi internado e fugiu no momento em que o irmão, que o acompanhava, foi ao banheiro. A família diz que o jovem pulou o muro do hospital e desapareceu.  

De acordo com Dalva, a fuga não foi percebida pelos seguranças do hospital. 

“A internação dele foi por volta das 10h. Quando voltei para casa soube que tinha fugido. Voltei para o hospital e não recebemos nenhuma assistência. Horas depois do desaparecimento foi que liberaram um veículo para gente procurar ele. Ele pulou o muro e fugiu. Os seguranças não viram porque estava mexendo no celular. É um descaso”, desabafa Dalva.

Foto: Divulgação/ArquivoPessoal

Romário foi diagnosticado com esquizofrenia em 2013. O jovem, natural do município de Lagoa de São Francisco, estava na capital para tratar uma crise. “O que nos preocupa é que ele não sabe andar em Teresina. A única coisa que a gente quer é encontrar ele com vida. Toda família está desesperada”, conta Dalva.

Amigos e familiares de Romário estão se mobilizando para encontrá-lo. Há informações de que ele estaria na região do bairro Nova Teresina, localizado na zona Norte. A família oferece uma recompensa de R$1000 para quem achar o jovem.

“Podemos até aumentar esse valor. O que a gente quer é encontrar nosso Romário com vida”, acrescenta Dalva. Qualquer informação deve ser repassado aos celulares 99965-0790/ 98107-2098 /98833-9031/ 98138-0107.

O Cidadeverde.com entrou em contato com Secretaria Estadual de Saúde e aguarda esclarecimento sobre o desaparecimento do paciente.  

 

Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir