Cidadeverde.com
Geral

Ministério da Justiça faz operação contra exploração sexual de crianças no Piauí

Imprimir

 

Foto: Carliene Carpaso/Cidadeverde.com

Atualizada às 11h43 


Em entrevista coletiva, o delegado geral da Polícia Civil do Piauí,  Luccy Keiko,  informou que quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Estado e uma pessoa foi presa em flagrante.

O preso não teve a identidade revelada. Ele trabalha como porteiro, tem 44 anos e foi preso em casa na zona Norte de Teresina, no bairro Jacinta Andrade.

Matéria original

 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) deflagrou, no início da manhã desta quinta-feira (28),  a quarta fase da Operação Luz na Infância 4. A operação tem como objetivo identificar autores dos crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o secretário de Operações Integradas, Rosalvo Ferreira Franco, o diretor da Diretoria de Operações da Seopi, Cesar Augusto Martinez, e o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética da Diretoria de Inteligência da Seopi, delegado Alesandro Barreto, concederão entrevista coletiva sobre a operação, às 11h, no Ministério da Justiça. 

Desde ontem membros da Força Nacional estão no Piauí. Hoje policiais estavam na Avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina. 

A operação integrada envolve as Polícias Civis do Distrito Federal e de 26 Estados. Estão sendo cumpridos 266 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados aos crimes de exploração sexual. Em vários locais, estão sendo efetuadas prisões em flagrante pelo armazenamento de conteúdo ilícito.

A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos de prisão por compartilhar e de 4 a 8 anos de prisão por produzir conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Ao todo, foram mobilizados mais de 1500 policiais para o cumprimento da missão. A ação desencadeada é decorrente de cooperação mútua entre a Diretoria de Inteligência e a Diretoria de Operações, ambas vinculadas à Secretaria de Operações Integradas do MJSP. Houve também colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE), oferecendo cursos e capacitações que subsidiaram as quatro fases da Operação Luz na Infância.

O conteúdo com indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva foi repassado às Polícias Civis – em especial, delegacias de proteção à criança e ao adolescente e de repressão a crimes informáticos. Por sua vez, as delegacias instauraram inquéritos policiais e solicitaram ao Poder Judiciário a expedição dos mandados de busca e apreensão.

Em julho do ano passado a 2ª fase da Operação Luz na Infância resultou na prisão de 7 pessoas no Piauí, dentre elas um professor e policial. 

Às 11h o delegado geral da Polícia Civil do Piauí,Luccy Keiko  Leal, concederá entrevista coletiva sobre a operação.

Aguarde mais informações 


Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir