Cidadeverde.com
Viver Bem

Corrida: conheça todas as variações desta prática esportiva

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

Você não foi feito para ficar parado. O corpo pede movimento. Um dos esportes mais simples do mundo é a corrida, pois basta um tênis no pé e força de vontade para praticar.

Entretanto, assim como outras atividades, a corrida também se divide em alguns subtipos, como de pista, rua, cross country, de montanha e a trail. Cada uma com sua peculiaridade, mas todas tendo em comum à conjunção do esforço, disciplina e saúde do corpo.

Tipos

A corrida de pista é a competição de atletismo mais tradicional.  Essa modalidade envolve várias provas, como as de fundo e as com obstáculos.

Já as corridas de rua são realizadas nas vias urbanas pavimentadas e planas. É a modalidade mais popular no Brasil e um dos tipos mais praticados no mundo.  As distâncias padrões são cinco, 10, 21 e 42 quilômetros (maratona).

No cross country, as corridas ocorrem em gramados, podendo ou não ter obstáculos naturais. Nas competições oficiais, as distâncias são de 12 quilômetros na categoria adulto masculino, 8 quilômetros nas categorias adulto feminino e juvenil masculino, 6 quilômetros na categoria juvenil feminino e 4 quilômetros nas categorias adulto masculino e feminino (prova curta).

Natureza

A corrida em montanha é caracterizada pelo percurso cheio de subidas e descidas, com ou sem obstáculos naturais, possuindo um mínimo de altimetria acumulada, que é a soma de subidas e descidas, tendo como base o nível do mar.

Por fim, a trail, que é caracterizada pelo intenso contato com a natureza. Ela acontece em trilhas, bosques, florestas e praias, com obstáculos naturais, como travessias de rios. As distâncias variam entre cinco e 100 quilômetros e podem ser praticadas por todos os públicos.

Benefícios

Exercícios vigorosos, quando bem praticados, rendem benefícios em abundância e de forma cumulativa para a saúde. Ou seja, quanto mais você pratica, ou quanto mais difícil o exercício se torna, melhor estará a sua saúde.

Tanto que indivíduos que correm mais de 80 quilômetros por semana têm aumento significativo do HDL (o bom colesterol) e diminuição significativa da gordura corporal, das triglicérides e do risco de doenças cardíacas que os indivíduos que correm menos de 16 quilômetros por semana.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir