Cidadeverde.com
Viver Bem

Lagosta ajuda até mesmo a ganhar massa muscular

Imprimir

Chique e inacessível – assim é conhecida a lagosta. Será só isso mesmo? Fruto do mar nutritivo e cheio de substâncias benéficas, pode render muitas receitas interessantes. Ela é valorizada principalmente pela culinária mediterrânea.

Um dos grandes benefícios da lagosta é o fato de ser rica em vitaminas do complexo B - que são importantes, principalmente, para a saúde do sistema nervoso. Vale destacar que essas vitaminas também são fortes antioxidantes e, por isso, combatem o envelhecimento e a degradação das células

A lagosta se destaca pela grande quantidade das vitaminas B3 (niacina), B6 (piridoxina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina). Todas são fundamentais para a saúde do cérebro e do coração, prevenindo problemas como depressão, confusão mental e anemia. O ácido fólico, em especial, é uma substância essencial para as gestantes, pois auxilia no processo de formação do sistema nervoso do bebê.

Proteína

Muitos não sabem, mas a lagosta é uma das maiores fontes de proteína, sendo indicada para quem deseja ganhar massa muscular. Esse fruto do mar é ótimo para a alimentação pós-treino, pois é pouco calórico e riquíssimo em proteínas benéficas.

Além disso, ele é fonte de sais minerais importantes para o organismo: potássio, magnésio, fósforo e zinco, que ajudam a manter a saúde da estrutura óssea, dos músculos, do sistema imunológico, nervoso e também auxiliam no controle da glicemia. Uma boa dica é incluir esse alimento em pelo menos uma refeição da semana.

Contra o colesterol ruim

Assim como os peixes e grande parte dos frutos do mar, a lagosta é fonte de  ômega 3, que traz benefícios para o organismo. Ele ajuda, principalmente, a controlar o nível de colesterol no sangue - promove o aumento do HDL (colesterol bom) e a diminuição do LDL (ruim).

Modo de preparo

O ideal é ferver a lagosta com sal e azeite para facilitar a retirada da casca. Se quiser servir na casca, pode colocar a carne de volta depois de pronta. Ferver o animal também é uma boa prática para quem quer grelhar, pois evita que a carne fique dura.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir