Cidadeverde.com
Entretenimento

Paula, vencedora do BBB 19, é indiciada por intolerância religiosa

Imprimir

Fotos: Reprodução/instagram/@paulasperlingreal

Vencedora do prêmio de R$ 1,5 milhão do Big Brother Brasil 19, Paula von Sperling Viana, 28, foi indiciada nesta quinta-feira (18) por intolerância religiosa praticada durante o programa contra Rodrigo.

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), da Polícia do Rio, concluiu que houve preconceito por parte dela contra Rodrigo após investigação, que ouviu os envolvidos no caso e analisou vídeos da atração.

Agora, o inquérito policial será encaminhado à Justiça, que vai analisar o caso e pode decidir por três caminhos: concordar que houve crime e fazer uma denúncia (abrindo um processo); pedir a coleta de novos dados e provas; ou entender que não houve crime e recomendar o arquivamento do inquérito. A pena é de um a três anos de prisão e multa. 

"Após a oitiva dos envolvidos, análise de vídeo e demais diligências realizadas, concluiu-se pela ocorrência de injúria por preconceito (art. 140 §3º do Código Penal), que acarretou o indiciamento de Paula von Sperling Viana", informou a Polícia do Rio em nota. Paulo prestou depoimento na segunda (15). 

Durante o programa, Paula disse ter medo de Rodrigo por ele ter "contato com esse negócio de Oxum (...) Eu tenho medo disso". Alertada por Hariany para não falar mais sobre o assunto sob o risco de ser rotulada como preconceituosa, Paula afirmou: "Mas eu não sou não [preconceituosa]... Nosso Deus é maior."   

A mineira de Lagoa Santa ganhou o BBB 19 no último dia 12 com 61,09% dos votos contra Alan, que teve 38,91%.

Fonte: Folha Press

Imprimir