Cidadeverde.com
Viver Bem

Veja como os alimentos podem ajudar na cicatrização

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

Quando ferido, nosso corpo é capaz de acionar uma resposta coordenada para tratar o mais rápido possível a lesão. Entretanto, para que ele seja capaz dessa tarefa de forma efetiva, é essencial que o paciente esteja com seu estado nutricional saudável.

Nessa missão, medicamentos e assepsia não são os únicos aliados. É preciso também atentar-se à qualidade da dieta. Um organismo bem nutrido terá uma resposta mais rápida ao tratamento. Já um indivíduo com carências nutricionais possuirá uma resposta mais lenta. Pode, até mesmo, sofrer com complicações durante a cicatrização

Nutrientes essenciais

Alimentos funcionais podem te ajudar na recuperação de cirurgias - são capazes de potencializar a ação do organismo no combate às lesões. Neste âmbito, alguns nutrientes possuem destaque e são fundamentais para essa ação.

As proteínas desempenham um papel essencial em todas essas etapas da cicatrização. Quando ingerimos alimentos ricos nesse nutriente, eles são quebrados em substâncias menores. Estas vão auxiliar na construção dos tecidos.

Diversas vitaminas também estão envolvidas nesse processo, principalmente as do complexo B. Afinal, algumas delas estão ligadas ao metabolismo e ao colágeno. Da mesma forma, os minerais também exercem um papel substancial nesse processo, pois estão relacionados à metabolização das proteínas no organismo.

Dieta cicatrizante

Peixes gordurosos como sardinha, salmão e atum são as fontes mais ricas em ômega 3. Esse potente antioxidante é capaz de impactar a ação inflamatória do organismo. Também é possível encontrar esse ácido graxo em vegetais: semente de chia, semente de linhaça, oleaginosas como nozes, amêndoas e avelãs.

Alimentos ricos em vitamina K auxiliam no processo de coagulação, uma das primeiras e mais importantes fases do processo de cicatrização. É possível encontrar esse nutriente principalmente em vegetais folhosos e legumes de tom escuro como couve, espinafre, brócolis, alface e aspargos.

Já as proteínas são indispensáveis para a produção de aminoácidos como o colágeno e a arginina. Carnes magras, ovos, derivados do leite são alguns exemplos. Da mesma forma, é possível encontrar fontes vegetais

Alimentos prejudiciais

Durante o tratamento de uma lesão tecidual, os cuidados com a alimentação devem ser redobrados. Alimentos gordurosos e fast foods precisam ser evitados ao máximo. O período pós-cirúrgico também é crucial e, por isso, preste atenção.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir