Cidadeverde.com
Viver Bem

Comida junina: maçã do amor é atraente e calórica

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

Tradicional nas festas juninas, a maçã do amor é extremamente atraente. Principalmente no Dia dos Namorados. Até mesmo o nome deixa claro o sabor envolvente e cativante deste doce. Assim como ocorre com muitos apaixonados, é fácil se iludir com a tentação e comer o primeiro pedaço.

Mas afinal, fruta não faz bem para a saúde? É nesse ponto que devemos deixar de lado um pouco o coração, dando espaço para a razão. A maçã é sim uma das frutas mais nutritivas e benéficas para a boa forma. Entretanto, o grande vilão da história está no preparo da iguaria.

Além da maçã, o doce é composto por uma saborosa e, principalmente, calórica calda, feita basicamente com açúcar e corante. Então, basta preparar essa cobertura e, quando pronta, mergulhar a fruta espetada em um palito na calda. Em resumo: é um pirulito caseiro com recheio de maçã

Para ajudar no entendimento, basta comparar o valor calórico: 100 gramas de maçã vermelha têm aproximadamente 64 calorias. A calda, por sua vez, acrescenta cerca de 450 calorias. Então, ao apreciar o doce, o ideal é ter moderação.

A fruta

Bom mesmo é apreciar e aproveitar o doce sabor da fruta, que oferece muitos benefícios para a saúde. A maçã é rica em vitaminas C e do complexo B; cálcio, potássio, fósforo, fibra e antioxidantes.

A associação brasileira dos produtores da fruta destaca em seu site o estudo publicado no British Medical Journal (BMJ), que demonstra a eficácia da maçã na proteção do sistema nervoso, contribuindo assim na prevenção de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer.

Pesquisas demonstram também os benefícios da fruta no combate à obesidade além da ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e respiratórias. Enfim, motivos não faltam para consumir a maçã.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir