Cidadeverde.com
Esporte

No Sul, Fluminense busca o empate e deixa a Chapecoense na zona de rebaixamento

Imprimir

O Fluminense saiu atrás do placar, mas acabou buscando o empate diante da Chapecoense pelo placar de 1 a 1, nesta quinta-feira, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O centroavante Everaldo fez o gol da equipe catarinense, enquanto que o meia Paulo Henrique Ganso, em cobrança de pênalti, deixou tudo igual.

Com o resultado, Fluminense e Chapecoense ficaram com os mesmos oito pontos. Mas pior para o time catarinense, que perde nos critérios de desempate - saldo de gols: -4 a -3 - e fica dentro da zona de rebaixamento.

A Chapecoense recebeu o Fluminense na Arena Condá e precisou de apenas dois minutos para dar o cartão de boas-vindas. Camilo cruzou na cabeça de Everaldo, que desviou de longe e surpreendeu Agenor. O goleiro, logo na sequência, impediu o segundo gol do atacante em um chute à queima-roupa.

O Fluminense saiu em busca do empate e perdeu grande chance aos 25 minutos. Daniel acionou Igor Julião, que ganhou na corrida do goleiro Tiepo e rolou para João Pedro, mas a defesa da Chapecoense apareceu antes para afastar o perigo.

Antes do apito final, o time carioca chegou ao gol com João Pedro, que chutou com categoria para superar Tiepo, mas o árbitro, com o auxílio do VAR, acabou anulando o lance. Melhor para a Chapecoense, que segurou para confirmar a vitória parcial

No segundo tempo, o VAR novamente roubou a cena. Com a ajuda do árbitro de vídeo, o mineiro Ricardo Marques Ribeiro marcou toque de mão de Douglas dentro da área: pênalti. Paulo Henrique Ganso foi para a cobrança e deixou tudo igual.

Após o gol, o jogo acabou ficando equilibrado. A Chapecoense se postou de forma defensiva, tentando surpreender no contra-ataque, mas teve apenas uma chance clara nos pés de Everaldo, que errou o alvo. Na base do troca de passe, o Fluminense buscou uma pressão, mas também sem sucesso.

Aos 44 minutos, Allan acabou expulso por reclamação, deixando o Fluminense com um jogador a menos. Sendo assim, o clube carioca colocou o time inteiro atrás do meio de campo e deu o campo para a Chapecoense, que pressionou, mas não conseguiu buscar a vitória.

Na próxima rodada, após a Copa América, o Fluminense enfrenta o Ceará, em local ainda a ser definido, mas com mando cearense. Já a Chapecoense pega o Atlético-MG na Arena Condá. Datas e horários ainda não foram definidos.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 x 1 FLUMINENSE
CHAPECOENSE - Tiepo; Bryan, Gum, Douglas e Ernandes; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo (Aylon), Camilo e Arthur Gomes; Everaldo. Técnico: Ney Franco.
FLUMINENSE - Agenor; Igor Julião (Mascarenhas), Nino, Yuri Lima e Caio Henrique; Allan, Daniel (Frazan) e Paulo Henrique Ganso; Marcos Paulo, João Pedro e Brenner (Ewandro). Técnico: Fernando Diniz.
GOLS - Everaldo, aos 2 minutos do primeiro tempo; Paulo Henrique Ganso (pênalti), aos 13 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Camilo e Everaldo (Chapecoense); Mascarenhas, Ewandro e Paulo Henrique Ganso (Fluminense).
CARTÃO VERMELHO - Allan (Fluminense).
ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).
RENDA - R$ 129.090,00.
PÚBLICO - 6.257 torcedores.
LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir