Cidadeverde.com
Geral

Safra de soja sofre redução na produtividade e Aprosoja articula ações no PI

Imprimir

Fotos: Facebook/Aprosoja Brasil

 
A safra piauiense de soja 2018/19 teve uma redução média de 15% da produtividade em relação a 2017/2018, segundo a Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja Piauí), mesmo com o aumento da área plantada no Estado.  
 
De acordo com o diretor executivo da Aprosoja Piauí,  Rafael Maschio, a colheita da soja já finalizou e teve um aumento de aproximadamente 7% de área plantada no estado do Piauí, passando de 724 mil para 758 mil hectares. Apesar desse aumento, a produtividade foi menor que o esperado.
 
"A produtividade foi quase 15% menor em função das dificuldades. Nós tivemos os meses de dezembro de 2018 e janeiro de 2019 com irregularidades na distribuição de chuvas. Algumas regiões foram mais afetadas que outras. Mas, na média, a produtividade será 15% menor em comparação ao ano passado", comentou Rafael Maschio.
 
Com o aumento de 7% da área plantada, o volume total de produção deve ficar uns 9% menor do que o ano passado. Da estimativa inicial de 2,5 milhões de toneladas de toneladas,  a produção em 2019 deverá ficar em 2,3 milhões de toneladas, segundo a Aprosoja.

"Essa redução ocorre, mesmo com o aumento de área, por causa da redução da produtividade e da dificuldade com o clima que tivemos nos meses de dezembro e janeiro, principalmente. A região do entorno da sede do município de Uruçuí, Sebastião Leal e parte de Baixa Grande do Ribeiro e Ribeiro Gonçalves foram as mais afetadas". 
 
Milho
 
O milho, por ser plantado depois da soja, não sofreu tantas dificuldades com a estiagem em dezembro. A safra de milho no Piauí provavelmente será maior do que a do ano passado nos cerrados. A produtividade do milho deverá ser boa.
 
"No ano passado nós tivemos 1  milhão e 300 mil toneladas e, esse ano, deverá chegar em  1 milhão e 500 mil toneladas. Temos uma área de safrinha que chegou a quase 70 mil hectares, que está em fase final de desenvolvimento e deve ter uma produtividade média razoável", destacou Maschio. 
 

Foto: @aprosojapi/Instagram

Articulação na Alepi
 
A Aprosoja Piauí articula com os deputados estaduais do Piauí a instalação da Comissão da Agricultura e a criação da Frente Parlamentar da Agricultura da Assembleia Legislativa do Piauí.
 
Essa comissão é importante, segundo a Aprosoja, para que qualquer matéria de interesse do setor agropecuário passa por ela. A associação reforça que não basta criar, ela precisa ser efetivada e atuante para o melhor desenvolvimento econômico do setor e, consequentemente, do próprio Piauí.  
 
"Nós queremos que as matérias de interesse do setor agropecuário passem por essa Comissão para que nós não tenhamos surpresas,  como a do ano passado, quando um projeto  de Lei foi aprovado pela Alepi proibindo a pulverização aérea em parte do Estado", disse Maschio.
 
Ele explica que a pulverização aérea é uma das técnicas mais avançadas a ser utilizadas atualmente na agricultura. "O projeto já estava para ser enviado à sanção ou veto do governador (Wellington Dias). Nós tivemos uma reunião com o governador em janeiro e até agora não sancionou; ainda bem porque, caso contrário, seria um atraso para o estado do Piauí".
 
Já a Frente Parlamentar, de acordo com o diretor da Aprosoja Piauí, servirá para dar maior atuação e destaque ao agronegócio e subsidiar a Comissão na Alepi. 
 

Foto: @aprosojapi/Instagram
 

Carlienne Carpaso
 
 
Imprimir