Cidadeverde.com
Geral

Mulher é presa por atear fogo no marido após sumiço de brincos

Imprimir

Uma mulher identificada como Danielly Oliveira Eleoterio Martins foi presa após ter ateado fogo contra o próprio marido. O sumiço de um par de brincos teria sido o pivô da discussão que resultou na autuação da mulher por tentativa de homicídio qualificado.

O caso ocorreu na última quinta-feira (20), na zona Leste de Teresina. A mulher é suspeita de ter jogado álcool no seu marido e em seguida ateado fogo, provocando queimaduras de 2º grau em 40% do corpo da vítima que se encontra hospitalizada.

A juíza Ana Lucia Terto Madeira Medeiros, da Vara Núcleo de Plantão de Teresina, determinou a prisão preventiva de Danielly. “Dos autos, constata-se que a autuada ateou fogo contra o marido em razão de ter sumido um par de brincos seus e que só não consumiu o homicídio porque os vizinhos conseguiram cessar o fogo usando tapetes e extintor de incêndio”, aponta a juíza na decisão.

No atendimento à ocorrência, os policiais chegaram ao local e encontraram a autora sentada na escada do prédio. Indagada pelos agentes em relação ao ococrrido, afirmou que provocou acidentalmente o fogo.

A versão da mulher não foi a mesma dada pelos vizinhos que prestaram socorro ao homem. “A testemunha afirma ainda que, já no andar térreo, a vítima informou que sua esposa tinha cometido a prática delituosa e o motivo para tal ato seria o sumiço de um pertence da autora”, aponta a juíza.

A mesma testemunha informou que a autora queria alterar o local onde ocorreu o fato, alegando que queria limpar o apartamento e que foi impedida pelos vizinhos e informada que a polícia já estava a caminho.

“Os policiais localizaram a vítima no hospital com queimaduras de 2° grau envolvendo cerca de quarenta por cento do corpo. A vítima relatou que sua esposa praticou o delito porque sumiu um par de brincos, tendo a mesma entrado em surto”, assinala a juíza.

A defesa de Danielly Oliveira chegou a entrar com um pedido de liberdade provisória que foi negado pela justiça.

 

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Imprimir