Cidadeverde.com
Últimas

Novo sistema de gestão de pessoas ajudará a combater funcionários fantasmas

Imprimir

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

O secretário de Administração, Merlong Solano (PT), apresentou o novo sistema de gestão de pessoas implantado pelo Governo do Estado. Mais moderno, o sistema visa possibilitar um maior controle sobre as informações dos servidores públicos e evitar fraudes como os funcionários fantasmas. 

O Sistema Integrado de Administração de Pessoal foi desenvolvido pela Agência de Tecnologia da Informação (ATI) e pela Controladoria Geral do Estado (CGE) em parceria com a empresa Vobys, responsável pela criação do software do sistema. Merlong explica que todos os 57 órgãos do Executivo serão envolvidos  na mesma base de dados. Isso possibilita maior controle contra fraudes. 

 "Os servidores são o meio fundamental de prestação de serviços à sociedade e também a principal despesa do Estado, por isso precisamos investir em inteligência e planejamento técnico pra gerir este recurso da maneira mais eficiente possível. O novo sistema é bem completo, contendo todas as informações dos servidores, e vai oferecer melhores condições de tomada de decisões gerenciais”, disse.

Conforme explicou o diretor técnico da ATI, Davi Amaral, o novo sistema é mais completo e vai oferecer informações seguras e atualizadas de todos os servidores estaduais. " Hoje o Estado gerencia basicamente folha de pagamento. No novo sistema vai englobar na também a gestão de pessoas, com vistas a controlar a vida funcional como um todo. Além do salários dos servidores, salários pagos, teremos informações sobre a evolução na carreira profissional e até um prontuário médico", explicou.

Dentre outras funcionalidades, o sistema vai permitir gerenciar a folha de pagamento, o cadastro de pessoas e o cadastro de vínculos dos servidores. A ATI, o Corpo de Bombeiros, o Metrô, a Secretaria de Segurança, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a Controladoria Geral do Estado (CGE) serão os primeiros órgãos a implantar o sistema de gestão de pessoas.

Lídia Brito
[email protected]

Com informações da Ccom

Imprimir