Cidadeverde.com
Viver Bem

Creatina: benefícios e restrições do suplemento

Imprimir

A creatina é um suplemento muito utilizado pelos praticantes de atividades físicas, principalmente pelos frequentadores de academias. Ela é um composto orgânico sintetizado a partir de três aminoácidos — glicina, metionina e arginina — que pode trazer resultados bastante satisfatórios na estética e no desempenho esportivo se utilizado de forma correta.

Como todo suplemento, é preciso saber exatamente como tomar creatina, para que ela serve e quais seus possíveis efeitos colaterais para a saúde. É hora de conhecer mais sobre a creatina:

De onde vem?

A creatina é uma substância química encontrada no corpo, principalmente nos músculos e cérebro. Ela também está presente em alimentos, como carne vermelha e frutos do mar, e pode ser produzida em laboratório.

Como suplemento, é usada para melhorar o desempenho de exercícios e aumentar a massa muscular em atletas e idosos. Seu uso é permitido pelo Comitê Olímpico Internacional e outras importantes organizações esportivas.

Para que serve?

- Melhora o desempenho: A quantidade de fosfocreatina (creatina fosfato ou CP) é provavelmente um dos fatores mais importantes para a fadiga muscular. Por isso, a utilização como forma de suplemento favorece a prática de exercícios intensos, como sprints, saltos, deslocamentos rápidos com mudança de direção e levantamento de peso, que teriam sua força e/ou duração incrementados.

- Recuperação muscular mais rápida: Seu uso para aumentar a massa muscular tem difundido entre praticantes de musculação e até de fisiculturismo. Sua utilização por atletas de endurance também vem aumentado. Mas é justamente por tudo isso que é necessário que a creatina seja prescrita por um profissional.

- Perda de massa relacionada à idade: A creatina ainda pode ser eficaz para aumentar a quantidade de massa muscular de pessoas idosas, que geralmente apresentam perda de músculos pelo envelhecimento, desde que pratiquem alguma atividade física de resistência.

Quem pode tomar?

A indicação da creatina engloba praticantes de atividades físicas intensas, idosos que fazem exercícios e apresentam perda de massa muscular e portadores de síndromes específicas.

Contraindicação

O suplemento creatina é contraindicado para gestantes e mulheres que amamentam por falta de estudos acerca de sua segurança. Crianças e adolescentes só devem consumi-lo sob orientação de um especialista.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir