Cidadeverde.com
Geral

Com 16 focos confirmados, Piauí ainda está em alerta para peste suína

Imprimir

Os focos confirmados de peste suína no Piauí chegam a 16 em sete municípios. O gerente de Defesa Sanitária Animal da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), Idílio Moura, reforça a necessidade dos criadores manterem os animais presos e diz que, atualmente, está sendo eliminada a última unidade epidemiológica na cidade de São João do Arraial. 

"São 16 focos confirmados em sete municípios, todos com os animais devidamente eliminados. Estamos na fase de eliminação do último foco em São João do Arraial dessa unidade epidemiológica, que é um conjunto de produtores que seus animais têm vínculo com os animais que foram sacrificados", disse Idílio Moura,  em entrevista ao Notícia da Manhã, desta terça-feira (30).

O gerente da Adapi frisa que a disseminação da doença tem relação com o sistema de criação extensiva. 

"É uma problemática em todos os estados do Nordeste devido ao sistema de criação de animais de interesse socioeconômico. Pelo sistema de criação extensiva, os animais são criados soltos e dificulta o controle da doença. É tanto que nas granjas tecnificadas não foram detectadas nenhum foco de peste suína, justamente, porque atendem todas as normas de bioseguridade, biosegurança, controle sanitário de animais, controle de entrada de pessoas, veículos e equipamentos", reitera Moura.

Ele explica que no, momento, não existem mais notificações, apenas duas amostras encaminhadas para o laboratório nacional do Ministério da Agricultura.

"Esperamos que em breve possamos ter controlado de uma vez por todas essa doença. Reforçamos a necessidade dos criadores manterem seus animais presos para evitar a disseminação da doença", conclui Idílio Moura. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir