Cidadeverde.com
Geral

Corregedoria deve instaurar conselho disciplinar contra PMs suspeitos de fraudar concurso

Imprimir

Foto: SSP/PI

O corregedor geral da Polícia Militar, tenente-coronel Costa Lima, informou ao Cidadeverde.com que deverá instaurar o conselho de disciplina em desfavor dos policiais militares presos nesta terça-feira (13) durante a operação Fraudulenti. Os presos são suspeitos de fraudar o concurso público da Polícia Militar de 2014.

"O inquérito (policial) ainda está em curso, após fechar as prisões, nós vamos solicitar ao delegado a cópia da documentação para a instauração do Conselho de Disciplinar em desfavor deles para analisar, se a conduta concluir para a culpa eles serão excluídos (do quadro da Polícia Militar)", disse o corregedor. 

Coronel Costa Lima ressaltou que a Corregedoria da Polícia Militar acompanhou as prisões dos suspeitos. "Cada alvo contou com uma equipe da corregedoria acompanhando as prisões", ressaltou.

Os suspeitos foram levados ao prédio militar, onde aguardam pela audiência de custódia, que deverá ocorrer nesta quarta (13).

Durante a operação, oito policiais militares. O único preso na operação  que não é atualmente policial militar foi identificado como Antônio Yuri Rodrigues da Cruz Neto. Segundo a polícia, ele era funcionário da gráfica onde as provas foram impressas. 

Relação dos presos divulgados pela Secretaria de Segurança Pública. O espaço está aberto para defesa.

1. GITÃ DUARTE FERRO (Preso em São Luís, Maranhão) 
2. ANTONIO FRANCISCO MENDES DA SILVA 
3. FERNANDO COUTINHO DOS SANTOS
4. DANILO BARROS E SILVA
5. BRAULIO SIQUEIRA CANDIDO DE SOUSA (Simões| Piauí)
6. GEZZA DUARTE FERRO
7. GEOVÁ GOMES DA SILVA
8. FRANCISCO DE ASSIS GONÇALVES DA SILVA  (Simões/Piauí) 
9. ANTONIO YURI RODRIGUES DA CRUZ NETO


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir