Cidadeverde.com
Geral

Ex PM acusado de matar filho de oficial de Justiça pode ter fraudado concurso

Imprimir

A Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro - DECCOR deve ouvir ainda nesta quarta-feira (14) um ex-policial militar supostamente beneficiado com fraude no concurso da corporação em 2014. 

A TV Cidade Verde apurou que a polícia descobriu ligações telefônicas feitas pelo ex-PM à  parte dos investigados na Operação Fraudulentis. 

As ligações foram feitas na véspera do concurso. O ex policial que deve ser ouvido hoje, ingressou na Polícia Militar em 2014, após atingir pontuação similar às dos investigados na operação. 

Ele foi expulso da corporação acusado de assassinar o filho de um oficial de Justiça durante uma “bebedeira" em um posto de gasolina na zona Leste de Teresina. O crime aconteceu em 2016. 

Atualmente o ex-PM está preso na Casa de Custódia. 

Izabella Pimentel 
Com informações de Tiago Melo
redacao@cidadeverde.com

Imprimir