Cidadeverde.com
Política

Ameaçado de expulsão, Átila Lira diz que votará pela Reforma Tributária

Imprimir

O PSB nacional deve concluir até o final do mês o processo de punição contra o deputado Federal, Átila Lira. O parlamentar é acusado de infidelidade partidária após votar favorável à reforma da Previdência.

Átila afirma que apesar da ameaça de ser expulso do partido, mantém o alinhamento político com o governo do presidente Jair Bolsonaro. Ele diz que fechará apoio à reforma tributária.

"É possível aprovar até o final do ano. É uma reforma tão importante essa tributária. O Congresso está  consciente das reformas. Estamos fechadíssimo  com relação a essa questão da reforma tributária ", disse.

Sobre a relação do Congresso  com o governo, Átila afirma que o momento é de colocar os assuntos nacionais acima das diferenças.

"Vamos convivendo com o governo. Temos mais cuidado de fazer a reforma pela crise econômica que gera desemprego, que fecha empresas. Isso faz que tenhamos mais consciência que a reforma deva ser implementada", destacou.

O deputado afirma que vai esperar o resultado do processo para anunciar o futuro político. 

"O partido deve concluir o processo dia 30. Apresentei minha  justificativa e espero com a consciência  de que votamos pelo Brasil. Não vou tomar nenhuma decisão antes. Depois farei avaliação do futuro", disse.


Flash Lídia Brito 
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir