Cidadeverde.com
Política

Luciano manda recado e diz que antecipar eleição é prejudicial para Teresina

Imprimir

O presidente do PSDB no Piauí, Luciano Nunes, condenou nesta quinta-feira (22) a antecipação do processo eleitoral em Teresina. A declaração é um recado para os partidos que já trabalham nomes para o Palácio da Cidade, dentre eles o MDB, que filiou hoje o ex-deputado Dr. Pessoa e já teria até vice, o também ex-deputado Robert Rios.

“Eu considero prematuro. Não contribui com a nossa cidade. Não é ano eleitoral. É um ano que deve ser dedicado ao trabalho. Antecipar esse debate só prejudica a cidade. Vamos deixar o palanque eleitoral para ser armado no momento adequado em 2020”, disse Luciano Nunes em entrevista à TV Cidade Verde.

O tucano disse que respeita a estratégia de cada partido para as eleições, no entanto, o momento não é propício para discussões sobre o tema.

“Nós temos que respeitar a estratégia de cada. A oposição talvez acha que tenha dividendos antecipando o debate. Não é hora de estarmos nos digladiando. Essas discussões são naturais e devem acontecer entre os partidos. Agora de forma pública e lançar pré-candidatura é prejudicial e não colabora com a cidade”, declarou.

Foto: Analice Borges

Governo

Oposição ao governo do Estado, Luciano Nunes foi questionado sobre a administração do governador Wellington Dias. O tucano não economizou nas críticas.

“Se as operações de crédito tivessem o foco de investimento, até que é uma tese forte que poderia ser defendida. Só que o governador já usou isso lá atrás e não fez. Ele deu calote e enganou a Assembleia. Uma coisa é ter capacidade de endividamento, a outra é ter capacidade de pagamento. Os terceirizados estão com 4 meses de atraso. O cofinanciamento da saúde só pagou janeiro e fevereiro. O Piauí vive um caos” criticou.

Luciano Nunes disse ainda que não tem obsessão de disputar nenhum cargo político, mas que está disponível para o partido. “Isso depende da conjuntura”, finalizou.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir