Cidadeverde.com
Economia

PI: Fórum mostra novas ferramentas para administração de Estados e Municípios

Imprimir

Foto: Ascom do evento

O 6º Fórum de Gestão Pública do Piauí (6º FOGESPI) realizado pelo Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI) trouxe palestrantes renomados do âmbito nacional e internacional que compartilharam conhecimento aos profissionais e gestores que buscaram mais ferramentas para tornarem suas cidades cada vez melhores. O evento aconteceu nos dias 22 e 23 de agosto em Teresina.

O evento já entrou no calendário do Estado como um dos maiores de gestão pública, sempre trazendo novidades para melhorar a administração dos Municípios, do Estado e da União. Nessa edição, a novidade foi o IGM-CFA (Índice de Governança Municipal do Conselho Federal de Administração), ferramenta que apresenta três fatores (gestão, finanças e desempenho) para melhorar a administração de um município, além de realizar um raio-x da situação de cada cidade.

“Nós do CFA criamos o IGM que já está sendo utilizado pelo Governo Federal. Essa ferramenta é muito útil para a gente fazer análise de todos os municípios do Brasil. Nós fizemos um agrupamento de cidades dentro dessa ferramenta que consiste na população do município que estão classificados de 0 a 20 mil, de 20 a 50 mil, de 50 a 100 mil e acima de 100 mil, para que possamos está fazendo um perfil das dificuldades dos municípios. Com isso podemos fazer gestão de três pontos principais: gestão, finanças e desempenho de cada cidade. Nessa análise colocamos uma métrica que mede se a administração está sendo boa ou ruim”, disse Irany Oliveira, conselheira federal e vice diretora da câmara de gestão pública do CFA.

Quem participou do evento confirmou que o 6º FOGESPI traz grandes ganhos para os profissionais e gestores. Syonara Rodrigues é administradora e destaca que o evento traz mais conhecimentos e mais ferramentas para ajudar o profissional em sua atuação. “O tema do FOGESPI traz muito bem as ferramentas de gestão, são conhecimentos extremamente importantes para qualquer gestor da área e pessoas que se interessem no campo da gestão pública. Nós profissionais da administração que precisamos mais do que nunca instrumentalizar a gestão pública para alcançar o resultado mais esperado necessitamos muito conhecer essas ferramentas”, explicou.

Palestras e workshops enriqueceram o evento

Palestras e workshops trouxeram mais conhecimento ao público que conheceram ferramentas para tornar os municípios cada vez mais eficientes,como o tema “Cidades Inteligentes”, ministrado por Stella Hiroki, doutora no assunto, que estudou casos em Singapura e Irlanda e já ministrou palestra sobre o tema nos Estados Unidos.

“Para tornarmos cidades mais eficientes no sentido de cidades inteligentes é muito mais que aplicar tecnologia no espaço urbano, mas também incentivar a participação das pessoas para que elas usem a tecnologia de maneira crítica e que os cidadãos sejam protagonistas dessas cidades e que ela tenha espaços mais inovadores e sustentáveis”, revelou.

Para mostrar um bom exemplo de gestão pública, o secretário de administração do município de Teresópolis no Rio de Janeiro, Lucas Guimarães, falou do trabalho realizado em sua cidade na qual a prefeitura fomenta negócios dentro do próprio município gerando um ciclo virtuoso.

“Em nossa palestra mostramos como a administração de Teresópolis, principalmente no que diz respeito às compras públicas pode fomentar os pequenos negócios, a palestra falou de como o uso dos processos licitatórios pode gerar fomento para a economia local, é o que chamamos de ciclo virtuoso. Quanto mais as prefeituras, os órgãos públicos contratam empresas de suas cidades elas geram mais empregos, elas distribuem mais renda, elas fazem outros negócios na cadeia produtiva, isso no final resulta em mais impostos para o município”, ressaltou.

O presidente do CRA-PI, Roberthy Barbosa, falou da importância que o evento teve para profissionais e para a entidade de classe, reforçando que o fórum teve o objetivo de aprimorar a gestão pública e apresentar ferramentas para isso.

“Esse evento foi de suma importância não só para administradores, mas para todos participantes da gestão pública. Pois nele os profissionais e gestores podem absorver conhecimento e melhorar administração do seu local de trabalho. Então vários palestrantes de nível nacional e internacional estiveram no evento trazendo formas de como melhor viabilizar os recursos, em que setor precisa mais desses recursos, e com a apresentação da ferramenta IGM o gestor poderá fazer isso”, finalizou.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir