Cidadeverde.com
Viver Bem

Número de fumantes reduz 70% em nove anos no Piauí

Imprimir

Foto: Pixabay/fotos gratis


O estado do Piauí reduziu em 70% número de adultos fumantes, em nove anos. Algo a se comemorar neste 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo. Para diminuir ainda mais esse quantitativo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) lança a campanha “Tabaco e Saúde Pulmonar”.

O objetivo é alertar a população sobre o uso do tabaco como fator de risco para várias doenças, como explica a coordenadora de Saúde do Adulto e Idoso da Sesapi, Valdite Leão. “O fumo é um desencadeador de várias doenças, mas principalmente de câncer de pulmão, traqueia e brônquios. O tabaco fumado em qualquer uma de suas formas é responsável por 90% de doenças pulmonares. E alertar sobre esses riscos à saúde é uma das estratégias da nossa campanha”.

Em 2009 a Secretaria de Estado da Saúde implementou o Programa de Controle do Tabagismo, que vem avançando significativamente. Neste ano já são 190 municípios piauienses, que oferecem o  tratamento em 912 postos de saúde, o que colaborou para a queda do número de fumantes no Piauí.

“Quando começamos os trabalhos em 2009 o Piauí tinha 18,9% de sua população adulta fumante, e no ano passado esses números reduziram para 5,5%”, ressalta a coordenadora.

Os números são da pesquisa Vigetel-2018, do Ministério da Saúde, que registrou que apenas 5,5% dos teresinenses informaram via contato telefônico que fumam. Foram ouvidas 2.867 pessoas e o percentual é ponderado para ajustar a distribuição sociodemográfica da amostra à distribuição da população adulta da cidade adulta da cidade. Valdite Leão destaca que essa amostra é utilizada para o estado todo. 

Além de alertar sobre os riscos para a saúde, a iniciativa quer chamar a atenção para os serviços disponibilizados, que ajudam no tratamento de quem quer parar de fumar. “Estamos fazendo capacitações nas onze regionais de saúde. Nossa meta para 2020 é que os 224 municípios piauienses possam está oferecendo este serviço, para esses números caiam ainda mais”, afirmou Valdite Leão.

Para os que desejam parar de fumar a Secretaria de Estado da Saúde orienta que procure o posto de saúde mais próximo de sua casa, onde será atendido por uma equipe multidisciplinar e contará ainda medicamentos gratuitos a sua disposição. Outras informações podem ser consultadas na Coordenação de Controle ao Tabagismo da Sesapi, ou através do Disque Saúde 136.

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir