Cidadeverde.com
Geral

Réu que matou rapaz por aconselhar sua ex é condenado a 19 anos de prisão

Imprimir

Fotos: Assessoria TJPI

Atualizada às 14h48

O Tribunal do Júri condenou a 19 anos e 3 meses de reclusão, Luan Oliveira Gallian, acusado de assassinar Ismael Bruno Pinheiro Xavier, na época com 23 anos, no dia 19 de fevereiro de 2016. Foram 4 votos pela condenação por homicídio qualificado pelo uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. O julgamento terminou por volta das 14h30.

O crime teria sido motivado porque Ismael aconselhou a namorada de Luan, na época, a terminar o relacionamento. Segundo a denúncia do Ministério Público, o tiro na cabeça aconteceu às 15h30 no bairro Parque Jurema, na região do Grande Dirceu, depois de render a vítima e obriga-la a ficar de joelho em plena via pública. 

Ismael ainda chegou a ser socorrido, mas morreu dias depois no hospital. Luan estava preso, após passar mais de dois anos foragido. 

Nesta manhã, o réu foi ouvido, mais três testemunhas de defesa e quatro de acusação, além do promotor João Malato que representa o Ministério Público. No início desta tarde, a Defensoria Pública que advoga a favor do réu está com a palavra. 

O juiz Robledo Moraes Peres de Almeida, auxiliar da 2ª Vara do Tribunal do Júri da comarca de Teresina, foi o magistrado que presidiu o julgamento. 

Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir