Cidadeverde.com
Geral

Em seis meses, 20 arrombadores foram presos em flagrante no Centro de Teresina

Imprimir

Estabelecimentos comerciais no Centro de Teresina há algum se tornaram alvos comuns dos criminosos. Na maioria das vezes, os bandidos se aproveitam da falta de um sistema de segurança para arrombar lojas, geralmente, durante as madrugadas. A Polícia Militar reforça que o policiamento ostensivo tem sido constante e que de janeiro a agosto deste ano 20 arrombadores foram presos em flagrante. 

"A última prisão foi dia 15, um meliante identificado como Felipe que agia tanto no centro comercial quando nos bairros Vermelha e São Pedro. Geralmente, eles entram pela parte de trás do estabelecimento ou pelo teto. Fica até complicado para a Polícia Militar, que faz o policiamento meramente ostensivo, identificar alguns arrombamentos porque não são visíveis ao público. A gente orienta sempre que os comerciantes mantenham o sistema de segurança ativo", disse o tenente-coronel Maurício de Lacerda, do 1º BPM. 

Uma empresária- que preferiu não ser identificada- teve uma loja arrombada há cerca de um mês. Ela conta que, além do prejuízo material, fica também a sensação de medo. 

"Os 'noiados'  indaviram às 3h da manhã e levaram R$ 131 e meu cartão da poupança. Depois desse susto, nunca mais dormimos direito. Quando a gente acorda de madrugada vai olhar as câmeras. Não tem mais como não estar olhando o celular. A sensação é a pior coisa que existe. Ver pelas câmeras um ladrão entrando na loja da que é da gente, a sensação é a pior coisa que existe. No dia seguinte, passei o dia chorando", desabafou a empresária. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir