Cidadeverde.com
Economia

Fiscalização fecha fábricas em Marcolândia e preocupa gestão municipal

Imprimir

O prefeito Chico Pitu, do município de Marcolandia  afirmou, nesta sexta (20), que as fábricas de farinha da cidade, considerada a principal atividade econômica na região, estão fechando. Parte já estão com os serviços parados. Essa situação está preocupando não apenas a gestão municipal, como os trabalhadores ligados à produção. (Assista a entrevista completa acima)

Chico Pitu citou em entrevista ao Jornal do Piauí que o Ministério da Economia está com uma série de recomendações que preocupa os empresários locais, pois os fabricantes não conseguem atendê-la em sua totalidade. O prefeito disse ainda que a norma estabelecida pelo Ministério não foi explicada aos fabricantes.  

"Eles querem que os donos das fábricas coloquem uma série de equipamentos, que não tem padrão do Inmetro, então não tem um setor da engenharia para fiscalizar, e terminou fechando várias fábricas. Isso está trazendo uma prejuízo enorme para o nosso município. Nós precisamos de apoio e que os órgãos de fiscalização deem tempo para que os fabricantes façam a adequação e não deixem de produzir farinha", disse.

Chico Pitu acrescentou que "os municípios (da região) e os fabricantes não têm como atender do jeito que a fiscalização quer e exige" e afirmou que os empresários buscarão pela audiência pública para discutir o tema. Um requerimento para a Assembleia Legislativa do Piauí já foi aprovado para este mês.  

"Nós queremos uma audiência pública junto com os deputados do Piauí, do estado do Pernambuco, para a gente encontrar um meio e começar novamente porque as fábricas estão fechadas. A mandioca já está se perdendo na roça porque ela tem o tempo de plantar e colher. Precisamos retornar urgentemente a nossa fabricação da nossa farinha. Precisamos encontrar uma solução", ressaltou o prefeito.

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Carlienne Carpaso (com informações da TV Cidade Verde)
carliene@cidadeverde.com 

 

Imprimir