Cidadeverde.com
Economia

Governo reforça parceria com a Caixa para destravar pendências e entregar obras

Imprimir

Foto:CCOM

O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta sexta-feira (20), no Palácio de Karnak, com o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Edilberto Costa; com o gerente executivo de Governo da Caixa, Marcelo Diniz; o coordenador da Gigov, Marcelo Basílio. A equipe apresentou as obras que foram priorizadas no Projeto Caixa Mais Brasil, que tem o objetivo de atingir novos patamares de desempenho na conclusão das obras realizadas pelo Governo do Estado com recursos da Caixa. 

O Projeto Caixa Mais Brasil irá implementar uma metodologia que garanta o cumprimento do cronograma das obras públicas no Piauí, acabando com a postergação nas datas de entrega das obras. O gerente executivo de Governo da Caixa falou sobre a etapa que o projeto se encontra. “Essa reunião é mais um desmembramento da ação Mais Brasil, que a Caixa vem fazendo junto aos Estados. Há 15 dias estivemos aqui com uma equipe da matriz, no qual ficou decidido que a Caixa, com a Secretaria do Planejamento, iria definir 14 contratos, no qual esses teriam um olhar especial para tirar os entraves, de forma a finalizarmos obras ou iniciarmos contratos que ainda não tiveram autorização de início de obra”, explicou Marcelo Diniz.

De acordo com Diniz, a prioridade é finalizar as obras e analisar os contratos em potencial para o início em 2020. “A finalidade é a melhoria de vida da nossa população. Alguns desses contratos serão concluídos ainda no fim de 2019, quanto aos outros, fecharemos as análises dos projetos para autorização de processo licitatório ainda em 2019, e início de obra em 2020”, disse o gerente.

O gerente regional da Caixa ressaltou que o trabalho em parceria é fundamental para alcançar o objetivo do projeto. “Esse é o grande objetivo do Caixa Mais Brasil: realmente a soma de esforços Caixa e Governo do Estado para dar funcionalidade a essas obras, que é o que interessa. Então, aqui tivemos vários responsáveis pelas obras e a Caixa está junto para entregarmos essas obras, que vão melhorar a qualidade de vida das pessoas. A ideia é agilizar essas entregas e, com isso, ajudar o Estado naquilo que for necessário”, disse Edilberto Costa.

Nuno Kauê, superintendente de Projetos da Seplan, afirmou que as obras em andamento estão sendo monitoradas e que a ideia é que o projeto em parceria com a Caixa destrave mais obras. “Temos toda uma equipe do governo que está atuando em conjunto e o que nós trouxemos hoje foram as obras que temos que priorizar até dezembro. Então, foi feito um recorte de, aproximadamente, 15 ações, para o Estado ter uma atenção especial até o fim deste ano e as outras continuarem sendo monitoradas. Portanto, a intenção é destravar as pendências de ordem burocrática e entregar as obras para a população”, ressaltou Kauê.

O governador destacou as diversas obras em andamento no Estado e afirmou que, com a parceria, estas poderão ser retomadas e concluídas em tempo hábil. “Temos obras em convênio com a União para diferentes áreas e aqui também no Estado são várias secretarias, autarquias que executam essas obras. É um conjunto de obras que somam mais de meio bilhão de reais, apenas nesse conjunto que nós tratamos aqui com a Caixa Econômica. Na reunião, acertamos um cronograma que, já agora em setembro devemos inaugurar a cadeia de Altos, em outubro o Centro de Atletismo, uma Vila Olímpica da Universidade Estadual. Queremos trabalhar para, até dezembro, concluir outras obras e retomar algumas que estavam paradas, com isso, acelerar a economia, permitir que 2019 e 2020 tenhamos todas essas obras em plena atividade ou já concluídas”, frisou Wellington.

As obras apresentadas na reunião foram:

1. Reforma e ampliação do hospital de Luzilândia (retirar a cláusula suspensiva);
2. Reforma e ampliação do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (retirar cláusula suspensiva);
3. Centro de Reabilitação em Parnaíba (CER IV) - (entrega da obra física);
4. Adutora do litoral-primeira etapa (entrega da obra física);
5. Esgotamento Sanitário de Piripiri (entrega da 1ª fase com funcionalidade);
6. Bocainas Piaus II (retomada da obra);
7. Adutora Padre Lira (retomada da obra);
8. Construção do Sistema de Macrodrenagem de Oeiras (retomada da obra);
9. Construção do Sistema Pista de Atletismo (retomada da obra);
10. VLT de Teresina (viabilizar a execução das obras civis);
11. Cadeia Pública de Altos (entrega da obra física).

Participaram também da reunião, a vice-governadora Regina Sousa, e os gestores da Secretaria de Estado de Governo (Segov), Osmar Júnior; da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), Antônio Neto; Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Rafael Fonteles; Secretaria da Administração e Previdência (SeadPrev), Merlong Solano; Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), Florentino Neto; Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), Carlos Edilson; Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), Sádia Castro; Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans), Gustavo Aquino; Controladoria-Geral do Estado (CGE), Márcio Souza; Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Plínio Clêrton Filho; Agespisa, Genival Sales; Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Leonardo Sobral; e da Universidade Estadual do Piauí (Uespi),  Nouga Cardoso.

redacao@cidadeverde.com

Imprimir