Cidadeverde.com
Geral

Assaltantes abordam policial na porta de banco e ação termina em tiroreio

Imprimir

reprodução/vídeo/whatsapp

Um assalto terminou em troca de tiros em frente ao Banco do Brasil da avenida Frei Serafim no começo da tarde desta segunda-feira (14). Um policial militar de folga entrava na agência bancária com uma mochila, quando foi surpreendido por dois homens. Houve reação do PM, quando teve início o tiroteio. O fato aconteceu por volta das 12h30. 

"O policial estava à paisana, no horário de folga dele. Ele estava com uma mochila nas costas e foi abordado a uns 3 metros da entrada da agência", afirmou o capitão Juraci, do 1º Batalhão da Polícia  Militar.

Segundo a polícia, o fato chama atenção pela ousadia dos bandidos, já que o local é bastante movimentado. "Ousadia extrema por conta do horário, por conta do policiamento naquela região. Foi uma ousadia acima do comum. Graças a Deus só tivemos prejuízos materiais em veículos e o dinheiro que foi levado", disse o capitão.

A polícia faz buscas em hospitais para saber se alguém deu entrada ferido por arma de fogo. "Não sabemos como foi a participação dos assaltantes e se foram feridos. Estou com várias equipes nos hospitais", ressaltou.

O sargento Alcione, também do do 1º Batalhão da Polícia Militar, informou ao Cidadeverde.com que não houve pessoas feridas.

Os assaltantes conseguiram fugir com o dinheiro da vítima. "Ela não quis confirmar o valor para gente", disse o sargento, mas populares citaram o valor de R$ 8 mil. 

Devido a troca de tiros, as balas atingiram dois carros de clientes que estavam no estacionamento privado do banco. O sargento ressaltou que os policiais estão em diligência para prender os dois suspeitos que, durante a fuga, roubaram a motocicleta de um estudante que estava próximo ao local do ocorrido. 

Uma moto sem placa e com chassi adulterado foi apreendida no estacionamento. Acredita-se que ela foi usada pelos assaltantes para chegar ao banco, mas o sargento acrescentou que apenas a investigação poderá confirmar. 

Carlienne Carpaso e Hérlon Moraes
carliene@ciddaverde.com 

Imprimir