Cidadeverde.com
Cidades

Peixes aparecem mortos na barragem Pedra Redonda no Piauí

Imprimir

Peixes mortos foram encontrados na barragem Pedra Redonda no município de Conceição do Canindé, distante 427 km de Teresina. De acordo com o presidente da Câmara de Psicultura da região, Valdemir Sena, o motivo da mortandade seria o fechamento de 100% das comportas. 

De acordo com Waldemir Sena, o fechamento teria sido autorizado pelo Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi). A medida teria sido adotada há mais de 15 dias e provocado a morte dos peixes já que o fechamento atingiu 100% das comportas, levando algumas áreas do rio a ficarem praticamente sem água.
 
“Fecharam as comportas sem deixar a lâmina d’água. Fecharam 100% e cortou a água do leito do rio. Isso tem mais de 15 dias. Na sexta-feira da semana passada eles chegaram a abrir. Mas a água não chegou ainda e morreram muitos peixes. A barragem tem mais de 15 anos e isso nunca aconteceu. É a primeira vez. É uma irresponsabilidade do governo do Idepi e da Semar. Essa barragem é entregue ao Idepi. Agora com o que aconteceu eles dizem que não têm responsabilidade, mas a responsabilidade é deles.  A Semar apenas vem para saber se tem capacidade para abrir a comporta. Mas a barragem é entregue ao Idepi. Hoje eles não querem assumir essa responsabilidade. Algumas barragens são entregues ao D’Nocs, mas a barragem  aqui é entregue ao Idepi. 

Foto:Encaminhada pelo Whatsapp

As comportas foram reabertas, mas a água só deve voltar a nível normal na quarta-feira (23), preocupando os piscicultores da região. 

“Quem tomou a decisão de fechar 100% foi o Idepi juntamente com a Semar. O Idepi é quem gerencia a barragem. Era para ter deixado uma lâmina d´água de aproximadamente 2 cm, que fica alimentando o rio. Mas abriram para a água chegar nos municípios mais distantes como Wall Ferraz, Santo Inácio e Isaías Coelho, porque estavam com falta de água no leito do rio, e quando a água chegou lá, fecharam totalmente e prejudicou aqui em Conceição do Canindé.  Foi um erro técnico. Eles têm apenas um funcionário que foi cedido pelo DNOCS para abrir todas as comportas do Piauí. Ele é cedido para o estado. A água deve chegar ao local mais crítico na quarta-feira. Fica depois da Passagens molhada do Padre na localidade Extrema”. afirmou.

O diretor do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Leonardo Sobral, afirma que o controle de vazão das barragens é de responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente. Segundo ele, há um decreto do Governo do Estado que passa a responsabilidade para a Semar. 

“Quem faz controle de vazão de água de barragem não é o Idepi. Esse trabalho é da Secretaria de Meio Ambiente (Semar). Há um decreto publicado pelo governador desde 2017. O decreto diz que o fechamento e abertura de comportas fica com a Semar. O Idepi é responsável pela Infraestrutura como manutenção e reforma”, afirma. 

A secretária de Meio Ambiente, Sádia castro, afirma que as comportas já foram abertas e a situação deve se normalizar. Segundo ela, a Semar faz o trabalho de fiscalização das barragens.  “Dependendo do domínio, as barragens podem ser de responsabilidade do DNOCS, se o domínio for federal,  ou do Idepi, se o domínio for estadual. A Semar como órgão ambiental faz a parte da fiscalização. Ele não é o órgão empreendedor.  Isso é estabelecido pela política nacional de segurança de barragens. Essa barragem já foi aberta desde sexta-feira. A Semar trabalha junto com o Idepi.”, diz Sádia. 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com 

Imprimir