Cidadeverde.com
Últimas

Bebê venezuelano que estava há dez dias no Piauí morre de pneumonia

Imprimir

Foto: Ascom/Defensoria Pública

Um bebê venezuelano que estava há dez dias em Teresina morreu neste domingo (3) no hospital do bairro Buenos Aires, zona Norte da capital. Ele deu entrada na unidade hospitalar com sintomas de pneumonia.

Segundo a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), a criança tinha um ano e um mês. “A equipe médica realizou todos os procedimentos possíveis, mas infelizmente não teve como reverter a situação”, disse a Semcaspi.

Ainda de acordo com a secretaria, uma equipe do Serviço Especializado em Abordagem de Rua (SEAS) foi acionada e providenciou junto ao plantão municipal a urna funerária e os procedimentos para o sepultamento. A criança foi velada no domingo e enterrada na manhã desta segunda-feira (4) no cemitério da Santa Maria da Codipi. 

O bebê, que pertence a tribo Uaral, vivia com a família no Centro Social do Buenos Aires, junto com outros 60 venezuelanos.

Segundo a coordenadora da Cáritas no Piauí, Lucineide Rodrigues, a morte de crianças venezuelanas tem causado preocupação à Fundação Nacional do Índio (Funai). 

“Por questões de saúde a gente está perdendo muitas pessoas, principalmente crianças no Brasil. Em 30 dias a gente sabe que no Piauí, Ceará e Maranhão já perdemos 4 crianças por tuberculose ou pneumonia. Esse bebê que morreu tinha pneumonia”, afirmou a coordenadora, que atua no abrigo de venezuelanos do bairro Poti Velho.

Na semana passada, a Defensoria Pública do Estado flagrou situação desumana nos abrigos que estão os venezuelanos em Teresina. Em inspeção aos dois alojamentos (Poty Velho e Buenos Aires), o defensor Igo Sampaio, da coordenação de Direitos Humanos da Defensoria, constatou a falta de alimentação, precária estrutura, fossa entupida com mau cheiro, sistema elétrico comprometido e com risco de acidente. Ao relatar os fatos, o defensor comparou os alojamentos aos de guerra. 

Confira a nota da Semcaspi na íntegra

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) informa que uma criança venezuelana de um ano e um mês morreu nesse domingo (3) no Hospital do Buenos Aires, em Teresina. A criança deu entrada na unidade hospitalar no sábado (2) com sintomas de pneumonia. A equipe médica realizou todos os procedimentos possíveis, mas infelizmente não teve como reverter a situação.

Uma equipe do Serviço Especializado em Abordagem de Rua (SEAS) foi acionada e providenciou junto ao plantão municipal da urna funerária os procedimentos para o sepultamento. A criança foi velada no domingo e enterrada nesta segunda-feira (4) no cemitério da Santa Maria da Codipi. A Semcaspi informa ainda que a criança e a sua família estavam em Teresina há menos de 10 dias.

Hérlon Moraes
[email protected]

Tags: Venezuelanos
Imprimir