Cidadeverde.com
Entretenimento

Pete Doherty é condenado a pagar multa que equivale a R$ 23 mil por briga

Imprimir

Fotos: Reprodução/instagram/@peterdohertyofficial

O cantor britânico Pete Doherty, 40, foi condenado nesta terça-feira (12) a três meses de prisão, dois anos de liberdade condicional e a uma multa de cinco mil euros –equivalente a quase R$ 23 mil– por ter se envolvido em uma briga.

De acordo com informações da AFP, o advogado do artista, Arash Derambarsh, disse estar satisfeito com a penalidade que chamou de "proporcional" aos fatos, já que um teste de bafômetro confirmou que seu cliente estaria alcoolizado.

"Pete Doherty não tem antecedentes judiciais no campo da violência e reconhece sua responsabilidade", pontuou. Ele acrescentou ainda que  Doherty  "promete fazer o necessário para que isso não aconteça novamente". 

Conhecido por ter sido vocalista da extinta banda The Libertines, o músico foi preso embriagado no domingo (10) após envolver-se em uma briga com outro bêbado, que entrou com uma ação por violência. 

Tudo isso ocorreu dois dias depois de o cantor ter sido preso por ter comprado cocaína, crime pelo qual foi posto em liberdade no domingo. Na ocasião, Doherty estaria carregando dois gramas da droga no bairro de Pigalle, região noturna de Paris, sob efeito de álcool.

Atualmente em carreira solo, Doherty namorou por cerca de dois anos com a modelo Kate Moss, 45, e teve envolvimento também com Amy Winehouse (1983-2011).

 

Fonte: Folha Press

Imprimir