Cidadeverde.com
Geral

Justiça mantém prisão de policiais suspeitos de praticar séries de crimes

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

O juiz Jorge Clay Martins manteve a prisão dos 13  presos na Operação Dictum, que investiga uma série de crimes supostamente cometidos por organização criminosa formada por PMs em Teresina. 

Dos 13, dez são policiais militares, um policial civil e mais duas pessoas. Todos foram submetidos à audiência de custódia nesta terça-feira (3) e os PMs deve ser encaminhados ao presídio militar. 

Inquérito do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) aponta que os policiais cometiam comércio ilegal de arma, extorsão, tráfico de droga, roubo de carga e até assassinato por encomenda. 

Entre os presos está o ex- policial militar,  Wanderley Rodrigues da Silva. Ele é considerado o líder da quadrilha e foi expulso da corporação há 40 dias. Áudios atribuídos aos policiais e  divulgados ontem pela Secretaria Estadual de Segurança mostram como as ações criminosas eram planejadas.

Veja lista dos presos:

1) Genildo Vieira da Silva
2) Francisco das Chagas Lima Trindade 
3) Helido Cunha de Sousa
4) Bruno Costa de Oliveira 
5)Antônio Lopes Rosa
6) Rafael dos Santos Leal
7) Marcelo Ribeiro Rocha 
8) Percyvall de Oliveira Ferreira 
9) Lourival Ferreira de Carvalho Neto
10) Ellisson Costa Vieira 
11) Wanderley Rodrigues da Silva, vulgo W.Silva, 
12) Erasmo de Morais Furtado 
13) José Afonso Santos e Silva

Divulgação/SSP


 

Izabella Pimentel
[email protected] 

Imprimir