Cidadeverde.com
Geral

Socioeducador é mantido refém durante tentativa de fuga no CEM; 2 são feridos

Imprimir

Aualizada às 14h45min

O Centro Educacional Masculino (CEM) registrou uma tentativa de fuga na madrugada dessa sexta-feira (13). Na ação, quatro adolescentes fizeram  um agente socioeducador refém e ameaçaram feri-lo com ponta de ferro. 

A tentativa de fuga aconteceu por volta de 1h. O agente foi pego pelos adolescentes quando fazia uma vistoria na área de convivência e ficou refém dos internos durante 15 minutos. A ação foi controlada após intervenção do batalhão de choque e policiais externos.

O Cidadeverde.com apurou que os adolescentes chegaram a serrar grades, tiveram escoriações, mas foram medicados e estariam bem. O socioeducador, que foi feito refém, teve ferimentos no braço, pescoço. Um adolescente também saiu ferido no confronto. 

O direitor de unidade de atendimento socioeducador da Sasc, Luís Joviniano, informou que o adolescentes quebraram o alojamento e tentaram perfurar o socioeducador.

"No momento que nosso socioeducador estavam em poder deles a Polícia Militar agiu com bastante agilidade, usando da força porque precisou usar da força e tudo resolvido. Nada de tão grave até o momento", garante o diretor.

Os adolescentes foram encaminhados à Central de Flagrantes. 

A juíza Elfrida Costa, da 2ª Vara da Infância e da Adolescente, disse que os adolescentes não fizeram reivindicações e que o confronto ocorreu por tentativa de fuga. A magistrada confirmou que duas pessoas - o socioeducador e um adolescente - ficaram feridos, mas foram atendidos e passam bem.

Segundo ela, a tentativa de fuga envolveu quatro adolescente.  "A princípio a segurança foi reforçada no CEM, tanto que foi contido a fuga dos adolescentes". 

A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Assistência Social (Sasc) informou que os adolescentes não tiveram êxito porque o serviço de inteligência do CEM já estava preparado para intervir em possíveis tentativas de fugas.

O período de fim de ano é considerado um tempo de constante alerta para a segurança da unidade que ,nos últimos cinco anos, registrou fugas ou tentativas de fuga no mês de dezembro. 

"A gente já tinha uma ação coordenada com pelotão de choque e a intervenção foi rápida. Por conta disso estamos fazendo uma vistoria geral na unidade nesta manhã", informou o setor de comunicação da Sasc. 

 

Izabella Pimentel e Yala Sena
[email protected] 

Imprimir