Cidadeverde.com
Geral

Escolas de Fronteiras e região têm 18 alunos com nota acima de 900 na Redação do Enem

Imprimir

As escolas que formam a 16ª Gerência Regional de Educação (GRE), sediada em Fronteiras, comemoram o desempenho de seus estudantes com o resultado individual do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, divulgado na última sexta-feira (17). Os alunos conseguiram uma ótima pontuação e 18 deles obtiveram acima de 900 pontos na prova de Redação.

A gerente da 16ª GRE, Maria Nazaré, relata que é um momento de gratidão a Deus, aos professores de Redação das escolas, ao empenho dos alunos e a um trabalho pedagógico em completa sintonia com as matrizes e eixos educacionais.

"O estudante da rede pública é tão capaz quanto o da rede privada, afinal, a dedicação, um trabalho coerente e a utilização de um ótimo material didático é que fazem a diferença. Parabéns a todos que, juntos, fazem as escolas da nossa região, tão comprometida com a educação", comemora a gerente.

Os profissionais das escolas realizaram uma preparação intensiva com os alunos, com destaque para as revisões e o Pré-Enem Seduc. Cerca de 600 estudantes participaram de atividades voltadas para a disciplina de redação, com vistas para o Exame Nacional do Ensino Médio.

Em Marcolândia, município jurisdicionado a 16ª GRE, o aluno Fernando Cícero, do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Cosma Ramos de Sousa, obteve destaque na nota da Redação do Enem, cujo o tema foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. O estudante alcançou 960 dos 1.000 pontos possíveis.

“O sentimento ao ver minha nota foi de muita gratidão, pois foi a primeira vez que realizei a prova e também por todo o tempo que dediquei a uma das áreas mais temidas do Enem. Não tive como controlar a emoção. Chorei muito. Tenho certeza que essa nota abrirá muitas portas para mim. Agradeço imensamente aos meus professores por todo conhecimento que me passaram e também agradeço à minha família por acreditar e confiar em mim, especialmente a minha mãe Josefa. Essa conquista não é só minha, mas sim de vocês todos”, destacou o aluno.

Da Redação
[email protected]

Imprimir