Cidadeverde.com
Geral

Quatro ônibus são assaltados em um único dia e criminosos chegam a mudar rota

Imprimir

Foto: Roberta Aline

Atualizada às 18h40

Quatro ônibus foram assaltados em Teresina em menos de 24 horas. Os crimes ocorreram nessa quarta-feira (22), em quatro bairros da cidade, alerta o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintetro). No início da tarde desta quinta-feira (23), o sindicato informou que três assaltos foram registrados. Logo mais, atualizou a informação de que quatro itinerários foram alvo de criminosos.

Dois assaltos a mão armada ocorreram na Avenida Pinel, na região do bairro Cabral, na zona Norte, e na Avenida Maranhão, próximo ao Shopping da Cidade. Outros dois assaltos ocorreram no Jardim Europa, na zona Sudeste e na Nossa Senhora das Vassouras, na zona Norte. Áudios após os assaltos repercutiram nas redes sociais.

“Acabamos de sofrer um assalto aqui na Pinel. Dois bandidos estavam de moto. Vinham com a moto atrás, fazendo escolta. Levaram tudo aqui dos passageiros. Graças a Deus, está todo mundo bem, levaram um bocado de coisas dos passageiros”, diz uma das vítimas em um áudio compartilhado.

Em outro áudio de um dos assaltos na Avenida Pinel, uma vítima pede para chamarem a polícia e diz que o assaltante estava muito nervoso. “Botando a arma direto na minha cabeça”, afirmou.

Segundo o presidente do Sintetro, Fernando Feijão, o primeiro assalto ocorreu por volta das 16h envolvendo uma linha da Transcol na Avenida Pinel. Duas horas depois, às 18h, um ônibus da linha Consórcio Teresina foi assaltado no Jardim Europa e logo mais, às 19h30 um novo ônibus foi alvo de ação criminosa na avenida Maranhão, próximo ao shopping.

No Jardim Europa, segundo o sindicato, o ônibus foi assaltado por apenas um suspeito. “Um adentrou no ônibus, rendeu o motorista, cobrador, desviou a rota e roubou um passageiro, além do caixa do ônibus. A empresa não divulgou o valor levado e o cobrador terá que ressarcir”, disse o presidente.

De acordo com o sindicato dos motoristas, os registros de assalto pararam por algum tempo. “Tinha dado uma estabilidade. São os primeiros que a gente tem conhecimento”, relatou o presidente. Para ele, a insegurança de alguns locais deve ser alvo de reforço policial. “Na Avenida Pinel é comum acontecer assalto a coletivos. Acho que a polícia tem como monitorar uma região dessas”. 

O Sintetro informou que o sindicato já registrou 10 assaltos a ônibus no mês de janeiro.

O Cidadeverde.com buscou contato com as empresas dos consórcios de ônibus, mas não obteve retorno. 

Sobre a segurança, a Polícia Militar se pronunciou por meio de nota. Veja:

Nota PM

A Polícia Militar do Estado do Piauí informa que  a Coordenadoria Geral de Operações que  é a responsável pelo policiamento ostensivo preventivo na região metropolitana da capital irá intensificar as ações,  através de abordagens nos ônibus coletivos e terminais, a fim de   proporcionar uma maior sensação de segurança para todos.

Teresina-PI, 23 de janeiro de 2020.

ELZA Rodrigues Ferreira - TC PM Diretora de Comunicação Social da PMPI

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina afirmou que tem tomado medidas de prevenção.

Nota SETUT

O SETUT (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina) reafirma que tem adotado medidas preventivas e que também sofre os efeitos da insegurança no sistema de transporte.
As empresas não têm poder para atuar na segurança pública, mas contribuem com o envio de informações aos órgãos competentes sobre as rotas e horários com registros de assaltos para que possam agir preventivamente ou, quando necessário, realizar a prisão dos envolvidos.

 

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir