Cidadeverde.com
Esporte

Vídeo mostra flamenguista sendo agredido a tapas por torcedor do Vasco

Imprimir

A Segurança para o jogo entre Altos e Vasco no Albertão, pela Copa do Brasil, foi reforçada na noite dessa quarta-feira (12). Contudo, não impediu cenas de violência do lado de fora do estádio. Um torcedor vestido com a camisa do Flamengo foi agredido a tapas quando passava em meio a torcedores do Vasco. A briga ocorreu do lado de fora do estádio, na entrada da arquibancada do placar eletrônico. 

 "Que p... é essa rapaz?", disse uma pessoa. "É coisa de quem não acompanha futebol", gritou outro homem. 

A agressão foi registrada por câmeras de celulares e os vídeos viralizaram no WhatsApp. Nas imagens é possível ver o jovem sendo agredido,  xingado e expulso do setor. O vídeo mostra ainda quatro homens rasgando a camisa rubro negra e gritando "mulambo".

 

Vândalos têm que ser punidos, diz PM 

O coronel Sá Júnior, responsável pelo policiamento durante o jogo, repudiou o ataque e disse que a situação foi pontual.

"Tinha policiamento em todo o estádio. Foi uma situação pontual. Os policiais tinham ido reabrir mais catracas porque a quantidade catracas abertas era insuficiente para a quantidade de pessoas do lado de fora do estádio. No geral, a avaliação que a PM faz é positiva, pois em um jogo com mais de 15 mil pessoas só teve esse episódio", explica o coronel. 

Foto: arquivo  Cidadeverde.com

Ele acrescenta que a vítima, em nenhum momento, procurou a Polícia Militar e orienta que o jovem registre boletim de ocorrência. 

"Não fomos procurados pela vítima ou qualquer outra pessoa que tenha se sentido agredido, ameaçado ou constrangido. Estamos com os vídeos e vamos enviar para a Polícia Civil para que aqueles três ou quatro vândalos sejam identificados e todas as providências sejam tomadas. Orientamos que a vítima registre BO. Não vamos admitir esse tipo de situação em nosso estado. Esses indivíduos têm que ser identificados e punidos", enfatiza o comandante. 

O coronel Sá Júnior disse ainda ao Cidadeverde.com que dentro do estádio havia torcedores com a camisa do Flamengo e não houve nenhum desentendimento. 

"Tínhamos torcedores com a camisa do Flamengo dentro do estádio e não tivemos outros problemas. Quero enfatizar que a PM repudia essa situação. O cidadão tem direito de ir e vir com qualquer vestimenta. O esporte deve agregar as pessoas. Quem tiver suas ideologias e paixões que causem vandalismo que fiquem em casa. Temos que banir o vandalismo do esporte. Foi uma situação descabida e os agressores serão facilmente identificados", conclui o coronel. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir