Cidadeverde.com
Viver Bem

Apendicite: inflamação requer cirurgia imediata

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Considerada a doença cirúrgica de emergência mais comum do abdômen, a apendicite pode afetar qualquer um, desde crianças até pacientes da terceira idade. No entanto, adolescentes e adultos jovens são os mais atingidos.

Os extremos de idade normalmente apresentam maior dificuldade no diagnóstico. Nos primeiros anos de vida, por exemplo, o problema pode ser confundido com uma gastroenterite.

O apêndice não tem função primordial no organismo. O órgão, que se parece com um tubo em fundo cego e se situa no início do intestino grosso, possui células de defesa que ajudam o trabalho do exército de defesa orgânica.

Mas, sem ele, tudo continua a funcionar sem desfalque. Afinal, é apenas um órgão adicional do corpo. Mas, quando inflama, resta apenas uma opção de tratamento: a cirurgia de urgência para a sua retirada

De maneira geral, o quadro também se confunde com a presença de cálculos renais e problemas na bexiga ou na vesícula. Para auxiliar no diagnóstico, é possível utilizar ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

A palpação com descompressão brusca, quando provoca uma dor súbita no paciente, também demonstra um processo inflamatório. Dessa forma, em caso de dor, é fundamental procurar um médico, evitando assim problemas mais graves.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir