Cidadeverde.com
Cidades

PM montará posto fixo em frente à Major César para evitar assaltos

Imprimir

Foto: Arquivo Cidadeverde.com

O secretário de Justiça do Piauí, Carlos Edilson, informou que, para reforçar a segurança no entorno da Colônia Agrícola Major César, na BR-343, está sendo planejada a implantação de um posto fixo da Polícia Militar em frente ao presídio.

A informação foi dada após a três internos do regime semiaberto da Major César terem, supostamente, assaltado um ponto comercial no Povoado Alegria e obrigado uma das vítimas a dar carona até a unidade prisional. O caso aconteceu na noite da última terça-feira (18).

"Estamos vendo a possibilidade de criar um posto fixo da PM perto da Major César, teoricamente, bem em frente mesmo. Estou pactuando isso com o comando da PM e acredito que, em breve, a gente tenha esse posto ali, presente 24 horas", declarou Carlos Edilson.

Segundo o diretor de proteção externa dos presídios, coronel Luiz Antônio Pitombeira, esse projeto já está sendo trabalhado há algum tempo, mas esbarrava na dificuldade de efetivo. Agora, a PM parece ter encontrado uma solução para o impasse.

"Como os agentes penitenciários são policiais penais e já podem fazer o trabalho de segurança, vamos transferir a sede da Companhia de Presídio que fica dentro da Casa de Custódia para o PPO [Posto de Policiamento Ostensivo] que fica em frente à Major César. Vamos levar para lá toda a parte administrativa e também policiamento noturno, que vai atuar na segurança externa do local, para a sociedade, para as pessoas que moram nos povoados ali perto da Major César, e também vamos poder dar apoio, caso precise, dentro do presídio, em alguma emergência", detalha o diretor.

O coronel Pitombeira explica que a Casa de Custódia não ficará descoberta porque tem efetivo de policiais penais [agentes penitenciários] suficiente, de cerca de 20 pessoas por turno. O diretor disse ainda que a sede do PPO já foi "arrumada" e que parte do efetivo que ocupará a função está no curso de cabos e sargentos. "Assim que terminar o curso, poderemos colocar em prática esse posto. O curso termina em maio", disse.

Esse posto funcionará, segundo o diretor, como uma faixa de gaza, dando apoio tanto aos policiais do 8º Batalhão como aos policiais do Batalhão de Altos, que será criado em breve.

"A gente vai atuar com uma viatura, que já foi autorizada pelo secretário de Segurança [Fábio Abreu] e vai combater a evasão de presos, porque esses presos não saem sozinhos de lá, eles sempre têm apoio. Quanto tiver um posto ali na frente, eles não vão conseguir sair à noite", acrescenta Pitombeira.

O PPO em frente à Major César terá, de acordo com o coronel, entre 20 e 30 homens.

O Cidadeverde.com entrou em contato com o secretário da Segurança Pública, capitão Fábio Abreu, que confirmou a entrega de uma viatura para o local. "Já temos a estrutura de um PPO na entrada principal, do lado direito. Vamos enviar uma viatura para reforçar a segurança externa", disse.

Regime semiaberto

O secretário de Justiça afirma que a Major César, que tem capacidade para 300 detentos, tem hoje um contingente de cerca de 500 presos, todos em regime semiaberto, por determinação do Poder Judiciário.

Ele informou que, recentemente, houve uma fuga de seis detentos e que essa fuga foi informada à justiça. Disse ainda que os agentes que trabalham lá fazem constantes vistorias nos presos que saem e entram no local e que está atento aos problemas de segurança e buscando soluções.

"Nós criamos um grupo tático prisional, um grupo de policiais penais com expertise dentro do sistema prisional, e eles estão fazendo a segurança externa da unidade. O que dificulta é a dimensão da unidade. É uma penitenciária de regime semiaberto, eles já ficam soltos o dia todo", completou.

Jordana Cury
[email protected]

Imprimir