Cidadeverde.com
Geral

Defensoria vai ofertar atendimento à mulher no bairro Dirceu

Imprimir

A Praça do Distrito, no Bairro Dirceu Arcoverde I, onde fica localizado o 8º Distrito Policial de Teresina, receberá, no dia 7 de março, uma ação integrada da Defensoria Pública, que contará com atendimentos e rodas de palestras. Participarão da ação o Núcleo de Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, o Núcleo de Defesa do Consumidor e a equipe da Defensoria Itinerante.

O objetivo é proporcionar um atendimento integrado à população, em evento alusivo ao Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, e o Dia do Consumidor, em 15 de março. A ação também cumpre uma das metas do Curso Defensoras Populares, que foi concluído no Itararé em 30 de novembro de 2019, relacionado à oferta de serviços da Defensoria Pública de forma ainda mais acessível para a população da região.

A atividade será de 8h30 às 12h30 e contará com orientações e atendimentos por parte das equipes da Defensoria, assim como rodas de conversa que esclarecerão à população sobre os direitos das mulheres bem como sobre os direitos do consumidor.

A coordenadora do Núcleo de Defesa do Consumidor, defensora pública Ângela Martins Soares Barros, diz que essa ação integrada será mais uma oportunidade para orientar a população . “Nas relações de consumo, muitas vezes, falta ao consumidor o conhecimento de seus direitos, o que acaba por gerar conflitos com o fornecedor, por falta de transparência na hora da contratação, principalmente em contratos de adesão, em que não se concede ao consumidor a oportunidade de conhecer e questionar suas cláusulas no momento da assinatura. Esperamos, assim, poder prestar orientação jurídica à população quanto a esses direitos e quanto aos mecanismos que estão à sua disposição em caso de desrespeito às normas do Código de Defesa do Consumidor”, ressalta Barros.

O diretor da Defensoria Itinerante, defensor público Marcelo Moita Pierot, acredita que o atendimento conjunto será “mais uma ação integrada da Defensoria Publica no sentido de descentralizar seus serviços, oportunizando, inclusive, o ajuizamento de ações consensuais pela Defensoria Itinerante, como suprimento e retificação de registros públicos, dando maior comodidade ao usuário da Defensoria Pública, além de orientações jurídicas em geral”.

Da Redação
[email protected]

Imprimir