Cidadeverde.com
Esporte

Atlético-MG demite Dudamel, Rui Costa e Marques após queda na Copa do Brasil

Imprimir

O Atlético-MG anunciou nesta quinta-feira (27) as demissões do técnico Rafael Dudamel, do diretor Rui Costa e do gerente Marques, ambos do departamento de futebol, após a eliminação na Copa do Brasil na noite anterior.

O clube alvinegros perdeu nos pênaltis para o modesto Afogados (PE), fora de casa, em duelo único da segunda fase do torneio nacional.

Toda a comissão técnica de Dudamel também deixará o clube. O time será comandado por James Freitas e Lucas Gonçalves, ambos da comissão técnica fixa, na partida diante do Boa Esporte, em Varginha, no próximo domingo (1º). O grupo se reapresenta nesta sexta (28) à tarde e já fica concentrado.

O venezuelano Dudamel chegou ao clube mineiro no começo deste ano, depois de longa passagem pela seleção de seu país. Aclamado pela torcida na chegada, o treinador não conseguiu uma sequência de vitórias. Em dez jogos, foram quatro triunfos, quatro empates e duas derrotas.

Apesar do aproveitamento de 53%, o clube foi eliminado da Copa Sul-Americana pelo Unión Santa Fe (ARG) logo na primeira fase, após um revés por 3 a 0 na Argentina e um triunfo por 2 a 0 no Mineirão.

No Campeonato Mineiro, o time alvinegro ocupa a quarta colocação, com 11 pontos, atrás de Caldense, América-MG e Cruzeiro.

Na primeira fase da Copa do Brasil, o time conseguiu a classificação após um empate sem gols com o Campinense (PB), como visitante.

Diante do Afogados, o time viu a equipe pernambucana abrir o placar aos 17 minutos do segundo tempo. Gabriel empatou quatro minutos depois, mas viu o time da casa voltar à frente aos 28. Ricardo Oliveira igualo novamente o marcador a dez minutos do fim.

Nos pênaltis, o Afogados perdeu as duas primeiras cobranças, com finalizações por cima, e viu o adversário abrir 2 a 0. O Atlético-MG, entretanto, errou dois pênaltis seguidos, com defesas do goleiro Wallef. Nas alternadas, Gabriel mandou para fora o derradeiro chute.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir