Cidadeverde.com
Cidades

Teresina Transforma: Plataforma muda a realidade de projetos sociais no Piauí

Imprimir

O Teresina Transforma vem mudando a realidade dos projetos sociais que estão participando da plataforma. Mantido pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), o programa de apoio ao voluntariado possui atualmente mais de 600 cadastrados em apenas dois meses de atuação.

Dentre os projetos que estão inseridos na plataforma está o Restaurando Sonhos. A iniciativa consiste em incentivar a realização do sonho de crianças que desejam se tornar jogador de futebol, buscando oportunidades em grandes clubes do país.

“Nós temos três anos de atuação no Piauí e buscamos viabilizar testes para essas crianças nos grandes clubes de futebol do Piauí e de fora do Estado. Temos parceria com outras escolinhas e já conseguimos aprovar atletas no Sport Club Corinthians do estado de São Paulo, Clube de Regatas Flamengo e no Fluminense Futebol Clube, ambos do Rio de Janeiro. Hoje nós temos unidades do projeto no bairro Promorar e outra no bairro Renascença, na zona Sudeste de Teresina”, disse Alex Carvalho, coordenador do Restaurando Sonhos.

Através da plataforma, o coordenador do projeto externou a necessidade de contar com o trabalho voluntário de psicólogos para a realização de um relatório para traçar o perfil dos atletas que estão sendo enviados para a realização de testes nos clubes de fora do Piauí.

“O projeto estava precisando de duas psicólogas para atender três crianças que estão sendo enviadas para um clube de futebol da Bahia e as respostas do nosso chamamento surgiram através da plataforma. Já tivemos também a participação de uma nutricionista que nos deu uma palestra sobre nutrição esportiva e que o contato também foi feito através da plataforma. O Teresina Transforma tem sido a ponte para essas crianças que sonham em ser jogadores de futebol e agora terão oportunidades nos grandes clubes”, completou Alex.

O secretário municipal de cidadania, assistência social e políticas integradas, Samuel Silveira, explica que os projetos participantes estão constantemente disponibilizando vagas através da plataforma e que as pessoas que se identificarem com determinada ação podem se inscrever, aguardar a aprovação e o chamamento.

“Nós estamos acompanhando e aprovando as ações e cadastros que estão surgindo na plataforma. Estamos felizes por que a plataforma está promovendo o encontro entre quem precisa e quem tem condições de ajudar”, disse o secretário.

Da Redação
[email protected]everde.com

Imprimir