Cidadeverde.com
Economia

Antecipação de parcela do INSS injetará R$1,5 bilhão na economia do PI

Imprimir

O Ministério da Economia determinou medidas urgentes para reduzir o impacto da epidemia do novo coronavírus no Brasil. Dentre as medidas está o pagamento em abril da primeira metade do 13º salário de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). No Piauí, essa antecipação irá injetar na economica cerca de R$1,5 bilhão de reais. Geralmente, essa primeira parcela é paga a partir de junho. 

O gerente executivo em exercício do INSS no Piauí, William Machado, falou sobre a antecipação salarial em entrevista ao Jornal do Piauí, nesta sexta-feira (13). O pagamento será automático, "o que é um alento aos nossos assegurados, na maioria idosos, que possuem uma certa sensibilidade para a situação do coronavírus". 

"Há essa antecipação para a competência de abril, que normalmente se pagaria em junho a metade do 13º (salário). Então, nas medidas já anunciadas será pago em abril essa primeira metade. Isso significa para o Piauí aproximadamente, será injetados R$ 1,5 bilhão injetados na economia haja visto que são R$ 691 milhão da competência normal para o mês com mais aproximadamente metade desse valor para o 13º", disse.

Com relação à prova de vida, o gerente executivo explicou que o INSS Piauí aguarda os atos normativos internos para definir como acontecerá a suspensão, inicialmente, de 120 dias aos assegurados com mais de 80 anos e acima dos 60 anos com impossibilidade de locomoção, aguarda.  Essa prova física é necessária para evitar fraudes e pagamentos indevidos dos benefícios. 

Assista a entrevista completa no vídeo acima.

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir