Cidadeverde.com
Esporte

Embalados pela Libertadores, São Paulo e Santos fazem clássico esvaziado

Imprimir

Depois de cumprirem seus papéis no meio de semana, em jogos considerados importantes pela Copa Libertadores, São Paulo e Santos se enfrentarão neste sábado (14), às 19h, no estádio do Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

Para evitar a disseminação do novo coronavírus, a partida será realizada com os portões da arena tricolor fechados. Acompanhar o duelo pelo canal Premiere, no sistema pay-per-view, será a única opção para os torcedores.

"Tudo muda. Isso dificulta o espetáculo, fica um ambiente de velório. Não fica um clima festivo, no qual todos querem ficar perto do torcedor. Mas essa questão pegou todo o mundo, não podemos ser os únicos achando que está tudo normal, sob controle", afirmou o volante do time alvinegro Jobson.

Jogar sem público não será novidade aos jogadores do Santos. Na última terça-feira (10), eles derrotaram o Delfín, do Equador, com a Vila Belmiro trancada por causa de uma punição imposta pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

Agora, a limitação poderá lhes ser benéfica, já que nos clássicos paulistas só é permitida a presença da torcida mandante. O time alvinegro não precisará encarar arquibancadas hostis e terá apenas a equipe rival como obstáculo na tentativa de ampliar o bom momento.

Após um início complicado, o técnico português Jesualdo Ferreira conseguiu uma sequência de bons resultados e ganhou fôlego. Agora, ele espera assegurar matematicamente a classificação às quartas de final do Paulista.

Líder do Grupo A, com 15 pontos, o Santos está em situação tranquila, com a vaga bem encaminhada. O São Paulo também soma 15 pontos e lidera o Grupo C, embora sua chave seja mais equilibrada.

Para dar sequência a uma primeira fase sem sustos, o treinador Fernando Diniz vai confiar em um jovem goleiro. Lucas Perri, 22, será o responsável por proteger a meta tricolor, já que o titular Tiago Volpi está machucado.

Outro que deverá ser vetado pelo departamento médico é Vitor Bueno, que não se diz 100% recuperado de problema no tornozelo esquerdo. Assim, Pablo poderá aparecer no ataque.

Do outro lado, Jesualdo continua lidando com baixas no ataque. Em recuperação de diferentes problemas físicos, Marinho, Eduardo Sasha, Kaio Jorge e Raniel não deverão estar à disposição. A linha de frente provavelmente será formada por Arthur Gomes, Yuri Alberto e Soteldo.

Fonte: Folhapress

Imprimir