Cidadeverde.com
Esporte

Conmebol adia Copa América para 2021 por causa da pandemia do coronavírus

Imprimir

A Copa América está adiada para 2021. Seguindo os passos da Uefa, que também determinou o postergamento da Eurocopa para o próximo ano em função do surto de coronavírus, a Conmebol determinou nesta terça-feira que o seu torneio de seleções também não ocorrerá em 2020 por causa da pandemia do coronavírus

A competição de 12 seleções vai ser disputada, assim, de 11 de junho a 11 de julho de 2021, na Colômbia e na Argentina, definidas anteriormente como sedes do torneio. Elas estão mantidas, assim como os grupos e o formato de disputa. E até a data é bem semelhante, pois neste ano a Copa América ocorreria de 12 de junho a 11 de julho.

No sorteio realizado anteriormente, o Brasil, o atual campeão da Conmebol, havia sido apontado como cabeça de chave do Grupo B, ao lado da anfitriã Colômbia e também de Equador, Peru, Venezuela e do Catar, convidada do torneio, assim como a Austrália, que está na outra chave a A, da Argentina.

De acordo com a Conmebol, a decisão foi adotada com o apoio dos presidentes das federações que a compõem, além dos governos dos países-sede, destacando que nesse momento a prioridade é proteger a saúde e a segurança das seleções, torcedores, imprensa e dos cidadãos.

"É uma medida extraordinária para uma situação inesperada e, portanto, responde à necessidade fundamental de evitar uma evolução exponencial do vírus; presente já em todos os países das Associações Membro da Confederação. Para a CONMEBOL não foi fácil tomar essa decisão, mas devemos sempre proteger a saúde dos nossos atletas e de todos os agentes que fazem parte da grande família do futebol sul-americano", disse Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

O dirigente também indicou que a Uefa foi consultada para a tomada da decisão. Anteriormente, a Conmebol havia decidido ajustar o seu torneio de seleções ao calendário da Uefa, que também precisou adiar a Eurocopa. "Agradecemos também a Uefa e seu presidente, Aleksander Ceferin, pelo trabalho conjunto e pela decisão coordenada de postergar a Eurocopa 2020 em benefício de toda a família do futebol", acrescentou o dirigente sul-americano.

A Copa América não é a única competição sul-americana afetada pelo surto de coronavírus. Anteriormente, o início das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, que teriam os primeiros jogos disputados de 27 a 31 de março, foram adiados, com data a definir. E os jogos da Copa Libertadores, que teria mais uma rodada da fase de grupos nesta semana, também foram suspensos.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir