Cidadeverde.com
Geral

Assaltantes aproveitam fechamento de lojas e fazem série de arrombamentos no Centro

Imprimir

Criminosos estão aproveitando a falta de movimentação no Centro de Teresina para realizar assaltos. Somente nesta semana pelo menos seis lojas de médio porte localizadas nas Ruas 13 de maio e Eliseu Martins foram arrombadas. 

Entre os alvos estão duas óticas, uma financeira, um laboratório, uma distribuidora de óculos e uma corretora.

O presidente do Sindilojas, Tertulino Passos, ainda não tem um balanço do prejuízo dos lojistas, mas afirma que os criminosos levaram “tudo que puderam”. Em um dos estabelecimentos, uma ótica, os bandidos chegaram a queimar papéis e as chamas só não se alastraram porque os bombeiros foram acionados. 

“Os Boletins de Ocorrência foram feitos na Delegacia Eletrônica. Conversamos com a Polícia Militar e desde ontem o policiamento no Centro foi reforçado”, conta Tertulino. O comandante do 1º Batalhão, tenente coronel Maurício de Lacerda, disse que também está orientando os lojistas a instalarem câmeras de segurança.

"O policiamento ostensivo está reforçado no centro de Teresina. Teve estas ocorrências onde já estamos tentando identificar os culpados e orientamos também os empresários a reforçar a segurança do estabelecimento com câmeras de segurança, cercas elétricas e equipe de vigilância se possível', disse.

Mesmo com o aumento da presença da PM, os comerciantes temem que os assaltos continuem e na manhã desta quarta-feira (25) resolveram retirar as mercadorias das lojas.

É o caso da empresária Tereza Borges, proprietária de uma relojoaria. Ela não foi vítima de arrombamento, mas conta que nunca viveu uma situação parecida e quer evitar prejuízos. Segundo ela, seis lojas foram assaltadas.

Fotos:Clebson Lustosa/TVCidadeverde

“Estou levando toda mercadoria. Já fiz quatro carretas de mercadoria. Estou aqui há 34 anos e nunca tinha visto uma situação dessas. Além de não estarmos faturando, estamos tendo prejuízo dos ladrões levarem nossa mercadoria. Nós da Rua 13 de maio estamos levando nossas mercadorias para outros lugares porque não tem condição”, lamenta. 

O empresário Raimundo Nonato acredita que os bandidos tenham acesso às lojas através do antigo prédio da INSS, na Praça João Luís Ferreira, e por um estacionamento.  Ele também resolveu tirar as mercadorias da loja.

Zona Leste
Além de ocorrências no Centro, estabelecimento localizado na zona Leste também foi alvo de ação criminosa. Por volta das 21h de segunda-feira (23) um assaltante invadiu uma loja de calçado infantil, na Avenida Jóquei Clube.

“Tanto no Centro como na zona Leste está acontecendo essas ações. Nesse da zona Leste o cara passou muito tempo dentro”, acrescenta Tertulino.

A ação foi registrada por câmeras de segurança [Veja Acima]. Nas imagens o homem usa chaves de fenda para abrir gavetas do escritório da loja. A proprietária do estabelecimento, Beatriz Bortolozzo, disse ao Cidadeverde.com que a situação é preocupante e que os lojistas da região estudam medidas para reforçar a segurança. 

“Estamos muito preocupados e buscando alternativas como instalar grades. Desse jeito onde vamos parar”, questiona a proprietária que teve pelos menos 15 pares de sapatos e mochilas roubadas. Neste assalto, o assaltante ficou mais de 20 minutos dentro da loja.

 


Izabella Pimentel e Clebson Lustosa
[email protected]

Imprimir