Cidadeverde.com
Entretenimento

Robin Williams terá canal no YouTube com momentos marcantes de sua carreira

Imprimir

Foto: Reprodução/instagram/@robinwilliams

O ator e humorista vencedor do Oscar Robin Williams, morto em 2014, ganhou um canal especial no YouTube chamado Robin Williams: Comic Genius. O projeto da TimeLife, tem como objetivo relembrar e homenagear diversos momentos da carreira do comediante.

"O canal oficial celebra a vida e a genialidade em quadrinhos de Robin Williams. Se você conhece Robin no palco ou na tela, como comediante, alienígena ou gênio -esteja preparado para rir e chorar com essas performances inesquecíveis e hilárias", diz a descrição da página.

O cantal terá performances de stand-up e entrevistas icônicas concedidas durante vários períodos de sua carreira. O conteúdo também está disponível no formato de DVD, com mais de cem apresentações do comediante.

Williams cometeu suicídio aos 63 anos. Sua viúva e terceira mulher, a designer gráfica Susan Schneider, revelou mais tarde que ele sofria de Demência de Corpos de Lewy, uma doença neurodegenerativa que altera o humor e os movimentos e causa alucinações. Ele tinha três filho.

Robin Williams é conhecido por seus papéis em filmes como "Sociedade dos Poetas Mortos" (1989), "Uma Babá Quase Perfeita" (1993), "Jumanji" (1995), "Flubber - Uma Invenção Desmiolada" (1997), "Patch Adams - O Amor é Contagioso" (1998) e "O Homem Bicentenário" (1999).

Ele venceu o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1998, por "Gênio Indomável", no qual contracenou com Matt Damon. Ele fez um psicólogo que tratava o protagonista do filme, Will (vivido por Damon). Além disso, venceu por cinco vezes o prêmio Globo de Ouro, duas vezes o Emmy e seis vezes o Grammy, por seus discos de stand-up.

Williams foi indicado ao Oscar em outras três oportunidades: por "Bom Dia, Vietnã" (1988), "Sociedade dos Poetas Mortos" e "O Pescador de Ilusões" (1992). No Globo de Ouro, ganhou o prêmio especial Cecil B. Demille em 2005, pelo conjunto de sua obra. No ano de sua morte, ele havia lançado a comédia "O Que Fazer?", ao lado de Mila Kunis, Peter Dinklage e Melissa Leo.


VIDA
Robin McLaurin Williams nasceu em 21 de julho de 1951, em Chicago, no Estado americano de Illinois. Ele começou a carreira como comediante stand-up e ganhou notoriedade na década de 1970, ao aparecer na TV no programa "The Richard Pryor Show", na NBC.

Depois, ganhou um papel na série "Happy Days", como o alienígena Mork, entre 1978 e 1979. Ele se destacou e ganhou um prêmio Globo de Ouro pelo programa. No cinema, seu primeiro papel foi em "Óculos Para Quê?", de 1977. Ele também interpretou Popeye, numa adaptação cinematográfica do desenho animado, três anos depois.

Em 1986, já com a carreira em ascensão, apresentou o Oscar ao lado de Jane Fonda e Alan Alda. A grande guinada de sua carreira, no entanto, veio com "Bom Dia, Vietnã", de 1988, pelo qual foi indicado ao prêmio da Academia pela primeira vez. O filme estabeleceu Williams, que era mais conhecido como comediante, como ator dramático.

Em 1992, Williams também fez sucesso ao dublar, na versão original, o gênio de "Aladdin". A participação garantiu que o ator fosse chamado para diversos outros trabalhos de dublagem, incluindo os filmes "A. I. Inteligência Artificial" (2001), "Robôs" (2005) e "Happy Feet - O Pinguim" (2006).

 

Fonte: Folha Press

Imprimir