Cidadeverde.com
Geral

Ponte Estaiada terá drive thru de cestas de alimentos agroecológicos

Imprimir

Foto: Divulgação

Para driblar a crise financeira por conta do isolamento social, agricultores de dois assentamentos de Teresina irão vender seus produtos em um drive thru na Ponte Estaiada. As cestas de alimentos são encomendadas pela internet e poderão ser recolhidas na próxima terça-feira (7).

As duas comunidades produtoras dos alimentos são a comunidade Ave Verde e assentamento Vale da Esperança, que fazem parte da Comissão Municipal de Agroecologia  e Produção Orgânica de Teresina (CMAPO). As agricultoras, em sua maioria, comercializavam seus produtos nas feiras na Praça Rio Branco e na Universidade Federal do Piauí. Com a proibição de aglomerações, a iniciativa do drive thru surgiu como alternativa.

“É uma oportunidade para a população de Teresina consumir alimentos mais saudáveis, sem utilização de defensivos químicos, sem veneno. Preocupados com o bem estar não só de quem produz mas de como esse alimento está sendo produzidos, a inserção das mulheres nesse processo, a melhora de vida da população rural. Preocupação de não deixar nossos consumidores na mão”, explica Karla Fernandes, filha de uma das agricultoras e estudante de Assistência Social da UFPI. 

A ação deverá ser semanal e contar com a participação de mais cinco comunidades que já comercializavam produtos na feira agroecológica. A entrega das cestas será a partir das 9h até às 11h. As cestas podem ser encomendadas pelos números (86) 9 9403-2372 (Comunidade Ave Verde) ou pelo (86) 9 9933-8186 (Vale da Esperança).

 As comunidades que participam da  feira de base agroecológica da UFPI contam com o apoio de várias instituições como a prefeitura municipal, UFPI,  INCRA e o Ministério da Agricultura pecuária e Abastecimento - MAPA.

A diretora da Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), Liz Medeiros, explica que o consumo desses alimentos traz benefícios à saúde e à economia. “É consome um produto fresco, produzido por irmãos piauienses, livres de veneno, produtos que vão te dar saúde e vão dar renda para trabalhadores do estado”, disse.

A feira agroecológica conta com cerca de 47 famílias de produtores rurais que trabalham em parcerias com áreas técnicas da UFPI, Incra e outras instituições na capacitação e melhoria na produção e comercialização de produtos advindos da agricultura familiar. 

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir