Cidadeverde.com
Geral

Ônibus é apreendido na BR-316 com passageiros em colchões

Imprimir
  • antt-transporte-feriado.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-1.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-2.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-3.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-4.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-5.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-6.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-7.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-8.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-9.jpg Fotos: ANTT
  • antt-transporte-feriado-10.jpg Fotos: ANTT

Um ônibus, ou o que restava dele, foi apreendido na BR-316 por transporte irregular de passageiros. Sem assentos, o veículo levava pessoas deitadas em colchões e trafegava em condições precárias. A abordagem aconteceu nesta sexta-feira (10), em Caxias (MA), onde passageiros embarcavam com destino a Teresina (PI). 

A apreensão do ônibus foi feita pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em conjunto com Polícia Militar e Polícia Rodoviária. O volume de irregularidades resultou em 12 multas aplicadas de uma só vez. 

O veículo teria saído de Belém (PA) com destino a Fortaleza (CE). Os passageiros teriam pago R$ 350 pela viagem, segundo Clemilton Resende, supervisor do posto de fiscalização da ANTT em Teresina - os que embarcariam em Caxias (MA) pagariam até R$ 30 pela viagem para Teresina.

As condições do ônibus assustaram os fiscais e policiais que participaram da abordagem. O veículo não contava com itens obrigatórios de segurança e apresentava vários outros problemas, muitos deles vistos somente após abordagem interna - os vidros estavam pintados de preto. 

Na hora da abordagem, 14 pessoas estavam no ônibus. Autoridades de saúde em Caxias (MA) foram acionadas para que fossem tomadas as medidas preventivas em relação ao contágio do novo coronavírus. 

A apreensão do transporte clandestino ocorre em um período de restrição do transporte regularizado. No Piauí, o Governo do Estado proibiu viagens interestaduais para evitar que pessoas em Teresina fossem para municípios do interior sem saberem se estão infectadas pelo novo coronavírus. 

A ANTT alerta que o usuário pode denunciar transporte irregular ou tirar dúvidas através do telefone 166. 

Fábio Lima
[email protected]

Imprimir