Cidadeverde.com
Entretenimento

Moraes Moreira sofre infarto e morre aos 72 anos

Imprimir

Foto: Reprodução Instagram moraesmoreiraoficial

 

O cantor e compositor Moraes Moreira morreu na madrugada desta segunda-feira, 13, aos 72 anos. A causa da morte foi um enfarte. Ele estava dormindo. Nascido em Ituaçu, na Bahia, o cantor se projetou na carreira com o grupo Novos Baianos, ao lado de Baby do Brasil, Pepeu Gomes, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão, poeta com quem escreveu os sucessos Preta Pretinha e Mistério do Planeta. Em 1975, ele saiu da banda e iniciou uma vitoriosa carreira solo, tornando-se um dos pioneiros do trio elétrico no Brasil. No ano passado, estreou o show Elogio à Inveja, com músicas de outros autores.

O cantor, compositor e violonista iniciou a carreira ainda na adolescência, tocando sanfona em festas de São João em Itauçu, sua cidade natal. Em 1969, ao lado de Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão, companheiros de pensão em Salvador, e de Baby Consuelo e Pepeu Gomes , fez sua estreia no Quinto Festival da Música Popular Brasileira, da TV Record.

O primeiro disco do grupo, "Ferro na Boneca", saiu em 1970. É em 1972, no entanto, que o grupo estoura, com "Acabou Chorare". O álbum, que abriga no repertório a música de mesmo nome além de faixas marcantes como "Brasil Pandeiro" e "A Menina Dança", vendeu mais de 100 mil cópias e se tornou um clássico no cancioneiro brasileiro.

Moraes Moreira ficou no Novos Baianos até 1975, quando saiu em carreira solo, com a qual lançou dezenas de discos nas décadas seguintes, incluindo músicas conhecidas como "Pombo Correio". Ele também foi um dos primeiros cantores de trio elétrico no Carnaval da Bahia, no Trio Elétrico Dodô e Osmar..

 

 

Fonte: Estadão Conteúdo e Folhapress

Imprimir