Cidadeverde.com
Cidades

Piauí Conectado inicia projeto de ampliação para mais 126 municípios

Imprimir

A empresa Piauí Conectado, que possui contrato na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP) com o Governo do Estado, anunciou o início do estudo de ampliação do projeto Piauí Conectado a mais 126 municípios piauienses. A princípio, o projeto contemplaria 85% da população piauiense, com a implantação de 1500 pontos de internet de fibra óptica nos órgãos da administração estadual e espaços públicos de 98 cidades. Com a expansão do projeto, o Estado será o único do Brasil a estar 100% conectado.

O diretor-presidente da Concessionária, Emerson Silva, explica que a ampliação da cobertura de internet de qualidade em todo o Piauí era um desejo desde o projeto inicial. Diante do avanço do processo de implantação da rede de fibra óptica nos municípios da primeira fase, iniciaram o estudo para expandir a tecnologia digital a todas as cidades.

“Nós recebemos um prazo de 27 meses para a instalação nos 98 municípios que seriam contemplados, mas conseguimos realizar os trabalhos em uma velocidade muito satisfatória e está previsto para concluirmos nos próximos meses. Assim, com a expansão do projeto nos 224 municípios do Piauí, o Estado será privilegiado, porque estará 100% conectado, e isso é um diferencial muito grande para o mercado”, destaca o diretor.

O governador Wellington Dias comemorou a iniciativa. “Uma boa notícia que me animou bastante. A empresa Piauí Conectado já faz o investimento de R$ 214 milhões e já chegou a muitos municípios, elevando a potência da internet. Agora, estão dispostos a fazer a expansão deste investimento, concluir os 98 municípios e chegar a mais 126. Municípios que iam receber internet através de antenas por rádio, agora vão fazer com fibra. É um investimento importante e de destaque, porque no momento em que as empresas têm dificuldades, a Piauí Conectado, parceira do Piauí, anuncia que vai beneficiar toda a população piauiense com 45 gigas de potência, o que é fundamental”, diz o gestor.

Ao todo, 32 municípios piauienses já estão com os pontos de internet de qualidade ativos, o que representa 60% da população piauiense contemplada com a conectividade. A superintende de Parcerias e Concessões do Estado (Suparc), Viviane Moura, ressalta a importância que a tecnologia digital demonstrou ter neste período de distanciamento social, uma vez que a continuidade dos serviços públicos só foi possível com a contribuição das soluções tecnológicas ofertadas pela Piauí Conectado.

Segundo Viviane, o estudo de expansão foi iniciado justamente para ressignificar a Administração Pública de todo o Estado com serviços de qualidade. Ela acredita que a tendência, no futuro, é fortalecer cada vez mais a telemedicina, a tele-segurança e a teleducação.

“É através da rede que a gente se conecta e, hoje, continuamos mantendo relações vivas. Para a Administração Pública, tem sido o caminho, inclusive para que as atividades não suspendam ou parem, embora estejamos em home office. É graças a essa PPP que conseguimos manter um ritmo de trabalho. A Piauí Conectado tem sido uma grande parceira no sentido de abrandar as dores causadas em decorrência do coronavírus. As 98 cidades contempladas no projeto demandam e dependem, para que vários serviços funcionem, de uma rede capaz de atender a várias frentes de atuação do governo, como educação, saúde e segurança”, frisa.

O objetivo do projeto Piauí Conectado é modernizar os serviços públicos e a comunicação do Estado, a fim de elevar o nível de desenvolvimento tecnológico do Piauí com a oferta de soluções tecnológicas nas áreas prioritárias do governo: educação, segurança e saúde. 

Da Redação

redaçã[email protected]

Imprimir